Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Campeão, Márquez cai e vê Crutchlow vencer a 2ª no ano na MotoGP

Depois de conquistar o título antecipado da temporada da MotoGP, o espanhol Marc Márquez esperava fazer a festa na etapa da Austrália, neste domingo. Até largou na liderança no circuito de Phillip Island, mas cometeu um erro, caiu e deixou a vitória no colo do britânico Cal Crutchlow, que cruzou a linha de chegada na primeira colocação.

Crutchlow completou o percurso em 40min48s543 para confirmar sua segunda vitória na temporada, depois de ter triunfado na República Checa em agosto. Foi também apenas o segundo triunfo do piloto na carreira, uma vez que ele próprio, em território checo, havia encerrado um jejum de 35 anos sem um britânico subir ao lugar mais alto do pódio na categoria.

Para vencer neste domingo, Crutchlow resistiu às investidas de Valentino Rossi. O italiano multicampeão fez uma prova de recuperação depois de largar na 15.ª colocação, sua pior classificação no grid em cinco anos, terminou na segunda posição e chegou a ameaçar o britânico.

Outro que fez bela prova de recuperação foi o espanhol Maverick Viñales. Depois de sair em 13.º, ele ganhou dez colocações e terminou em terceiro. Jorge Lorenzo foi outro que teve péssimo desempenho no treino de classificação, saiu em 12.º, mas chegou em sexto.

O resultado deste domingo deixou Rossi mais próximo de confirmar o vice-campeonato. Se Márquez é o campeão, com 273 pontos, o italiano chegou a 216 e abriu 24 de vantagem para Lorenzo, terceiro colocado, a duas provas para o fim da temporada. A próxima etapa acontecerá na Malásia, em Sepang, no domingo que vem.

A PROVA - Márquez foi surpreendido na largada pela ótima saída de Pol Espargaró, que pulou da terceira colocação para a liderança. Mas o tricampeão da categoria não desistiria da vitória tão fácil e não demorou para retomar a ponta, deixando Espargaró em segundo e Crutchlow em terceiro.

Bem mais atrás deste pelotão, Rossi era o destaque da prova. Depois de uma ótima largada, ganhava posição atrás de posição, na briga pelo vice-campeonato. Lorenzo também fazia boa prova de recuperação, mas longe do mesmo desempenho do italiano.

Parecia que Márquez voltaria a vencer, mas um erro a 18 voltas para o fim encerrou sua prova. Ao tentar fazer uma curva para a direita, o espanhol, sozinho, falhou na freagem, caiu e foi parar fora da pista. Depois, descartou que a escolha dos pneus tenha causado a queda.

"Primeiro de tudo, quero pedir desculpas à minha equipe porque eu cometi o erro. Eu freei muito tarde e, ao invés de tentar abrir um pouco a curva, eu mantive a linha e caí. Eu estava correndo muitos riscos no começo, mas no fim nós devemos estar felizes porque vencemos o título. Mas é claro que queria vencer mais provas", declarou.

Melhor para Crutchlow, que viu a liderança ficar de presente e confirmou a vitória. Rossi ainda tentou incomodar o britânico, mas terminou pouco mais de quatro segundos atrás. Na terceira posição, Viñales levou a melhor na disputa com Andrea Dovizioso e Aleix Espargaró e ficou com o último lugar no pódio.