“Não temos direito de pedir paciência”, diz Follador em vídeo à torcida do Coritiba

O presidente do Coritiba Foot Ball Club, Renato Follador, fez um pronunciamento para a torcida coxa-branca falando sobre o atual momento do clube. Na ocasião, Follador apontou sobre as definições e demais detalhes da gestão alviverde até o momento.

“A torcida do Coritiba é uma torcida muito sofrida, é uma torcida a quem nós não temos direito de pedir paciência”, comenta o dirigente, lembrando das promessas feitas quando se candidatou à presidência do clube. Follador ressalta que a ideia era mudar a postura e a gestão do time. Como exemplo da gestão nesses primeiros quatro meses, ele relembra que 25 jogadores foram demitidos e o time começou a ser formado “do zero” com 15 contratações.

Essa reestruturação no elenco, segundo Follador, teve o objetivo de “ter em campo um time competitivo, um time eu, no mínimo, se entregasse, tivesse uma postura diferente do time anterior”, reforçando que o elenco ainda está sendo montado. “Estamos certos do caminho que estamos seguindo, os frutos não começaram a aparecer, mas nós temos certeza que ao longo do tempo vão aparecer”, complementa.

Follador também classificou o Campeonato Paranaense como um “laboratório” que serviria justamente para testar esse novo time que está em fase de montagem. Apesar disso, ele é contundente ao dizer que “ficar em nono lugar numa competição com 12 clubes é vergonhoso para qualquer time, mas isso não nos desanima, não nos desestimula” e cita que o “tropeço ocorreu no momento certo”.

O pronunciamento do presidente do Coritiba pode ser conferido na íntegra no vídeo abaixo: