Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Contando com ajuda de federações, CBDA recua e confirma campeonatos

Um dia após suspender salários e campeonatos, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) recuou nesta sexta-feira e anunciou a realização de competições de natação programadas para este fim de ano. Para tanto, a entidade vai contar com a ajuda de federações e clubes.

"Os Campeonatos Brasileiros de Natação de 2016 estão confirmados e serão realizados nas datas previstas", anunciou a CBDA, que repassará às federações os custos das competições. "Em comum acordo com as respectivas Federações e na busca do máximo respeito aos atletas, clubes, técnicos, modalidade e desenvolvimento do esporte, as mesmas irão assumir a realização, os custos dos eventos e irão receber os valores das inscrições, pagos pelos clubes."

De acordo com a CBDA, estão confirmados três competições, entre elas o Open (Brasileiro Sênior/Troféu Profº Daltely Guimarães), a ser realizado no fim do mês, em Palhoça (SC). Ainda estão garantidos um torneio juvenil e outro infantil, entre o fim de novembro e o início de dezembro.

Na quinta, a CBDA havia anunciado que suspendera o pagamento dos salários dos seus funcionários e a realização dos campeonatos porque "tinha dificuldade" para movimentar suas contas bancárias.

Segundo a CBDA, isso seria resultado da decisão da Justiça Federal de São Paulo, que no dia 24 de outubro pediu o afastamento do presidente da entidade, Coaracy Nunes, e de outros três dirigentes da confederação. "Com esta medida os cincos esportes aquáticos envolvidos pararam. E tudo isso justo no momento em que eram estudadas as possíveis renovações de contratos de patrocínio", afirmara a CBDA, em nota.

As suspensões geraram rápida repercussão nas modalidades aquáticas. "Como é difícil ser nadador no Brasil. Nós treinamos e nos dedicamos quase todo o ano em busca de uma meta. Em busca de centésimos de segundo. Um vez por temporada temos a chance de competir polidos e descansados. Somente uma vez. Para muita gente, infelizmente, pode ser que esse semestre fique sem essa chance", criticara Cesar Cielo, nas redes sociais.

Nesta sexta, o nadador mostrou alívio com a decisão de retomar as competições neste fim de ano. "Que boa notícia! Parabéns às pessoas que fizeram isso acontecer. O nosso esporte, nossos nadadores e suas famílias, nossos clubes e instituições mereciam isso. Nada mais justo!", comemorou o recordista mundial e campeão olímpico. "Turminha Infantil e Juvenil, está tudo certo pra vocês 'voarem' na piscina. Continuem treinando forte e se dedicando."

A Justiça Federal decidiu intervir na CBDA por causa da suspeita de irregularidades na gestão da entidade. O presidente Coaracy Nunes e outros três dirigentes são acusados de superfaturar licitação de materiais esportivos que seriam utilizados por atletas em preparação para a Olimpíada em três das cinco modalidades olímpicas geridas pela CBDA - maratona aquática, nado sincronizado e polo aquático.