No dia do Wilson, Coritiba apenas empata com o Grêmio

A segunda divisão está cada vez mais próxima. Sob o comando de Gustavo Morínigo, o Coritiba está invicto, com 5 jogos, 1 vitória e 4 empates. 

“Uma tarefa difícil mas não impossível, nunca é impossível. É preciso acreditar, seguir trabalhando, é preciso lutar, não se deixar vencer jamais.” afirmou o técnico do Coritiba, Gustavo Morínigo

Ontem contra o desfalcado Grêmio de Renato Gaúcho não dá para reclamar muito, esse ponto que o Coritiba conquistou só veio porque o Wilson pegou um pênalti no final do jogo. 

“Uma partida de um tempo para o Grêmio, um tempo para o Coritiba.” disse Morínigo, técnico do Coxa

O tricolor gaúcho não abriu o placar com Alisson frente a frente com Wilson, mas o gol saiu logo depois da cabeçada de Paulo Miranda. No primeiro tempo o Grêmio já havia sido superior e venceu o jogo, só que aí o aniversariante do dia entrou em ação. Wilson completou 37 anos e viveu mais um jogo em que fez a diferença. No primeiro tempo já tinha evitado o gol de Alisson, no segundo teve sorte quando Thaciano carimbou a trave. Depois quando o Rafinha sofreu pênalti de Darlan, o goleiro atravessou o campo para empatar, nenhuma chance para Paulo Victor, cobrança perfeita. No finalzinho pênalti para o Grêmio e o Wilson foi no cantinho para defender o chute de Jean Pyerre.

A virada do Coxa até poderia ter saído, mas Matheus Galdezani não passou a bola para  Rafinha em um contra-ataque que pegou a zaga do Grêmio de surpresa e chutou para fora e já nos acréscimos de novo Galdezani chutou em cima da marcação.

Na classificação o empate foi péssimo para o Coxa, faltam cinco jogos e a diferença para o primeiro time fora da zona de rebaixamento é de 7 pontos. Só um improvável milagre evita o rebaixamento.