Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Romeno é pego no doping e pode perder medalha do levantamento de peso no Rio

Gabriel Sincraian pode perder a medalha de bronze que conquistou na categoria até 85kg do levantamento de peso nos Jogos Olímpicos do Rio. O romeno foi flagrado em exame antidoping realizado durante a competição por consumo do agente anabólico testosterona. A Federação Internacional de Levantamento de peso (IWF, na sigla em inglês), porém, não deu maiores detalhes sobre o caso.

Inicialmente, a entidade havia anunciado que Sincraian estava em uma lista de quatro atletas que tiveram seus resultados anulados na Olimpíada, todos após testarem positivo em exame antidoping. Depois, a IWF voltou atrás, separando o romeno dos demais, cujos casos já eram públicos.

Tomasz Zielinski, da Polônia, campeão europeu da categoria até 94kg, nem chegou a disputar a Olimpíada, após ser flagrado em exame antes dos Jogos. O irmão dele, Adrian Zielinski, também foi expulso do Rio. Izzat Artykov, do Quirgistão, perdeu o bronze da categoria até 94kg, que ficou com o colombiano Luis Javier Mosquera. Já Chagnaadorj Usukhbayar, da Mongólia, foi julgado já durante os Jogos. Ele não completou a prova na categoria até 69kg.

Já o caso de Sincraian só foi divulgado nesta quinta-feira. Ele chegou a cumprir dois anos de suspensão após ser flagrado pelo uso de Stanozolol e agora deve ser suspenso por oito anos, uma vez que é reincidente. O bronze deve ser herdado por Denis Ulanov, do Casaquistão.

A medalha seria a 18.ª do Casaquistão, que ficaria a uma de se igualar ao Brasil, que ganhou 19. A prova de Sincraian teve um brasileiro, Welisson Silva, que terminou no 18.º lugar.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo