Palmeiras passa sufoco mas é o primeiro finalista da libertadores

Palmeiras e River Plate fizeram um daqueles jogos épicos e que a gente vai ficar lembrando durante muito tempo, aqueles jogos que dá vontade de assistir de novo. O placar de 2 a 0 feito pelos argentinos foi pouco, pois se for analisar as estatísticas do jogo, a superioridade do time de Marcelo Gallardo foi impressionante. 

O alviverde desde os primeiro minutos preferiu se defender e deu campo para a equipe argentina jogar e fazer o que mais gostam, atacar. Tendo em vista que o River precisava do resultado, eles foram para cima e o goleiro Weverton por algumas vezes salvou a meta palmeirense, mas logo após salvar um desses chutes, apareceu um escanteio, de onde surgiu o primeiro gol do River Plate. Rojas acertou uma linda e forte cabeçada e estufou as redes do Allianz Park aos 28 minutos. 

Com muita dificuldade o Palmeiras até chegava, mas era pouco efetivo e já o River sempre determinado, fazendo o arqueiro alviverde trabalhar bastante. Aos 43 minutos do primeiro tempo o River fez o segundo gol, La Cruz cruzou e Borré só empurrou para dentro, River 2 a 0.  

Nesse ponto do jogo, faltava apenas 1 gol para a partida ser decidida nos pênaltis e saiu, mas o atacante Borré estava em posição de impedimento e o VAR logo avisou ao árbitro e anulou o gol. O River não se abalou e continuou em cima do Palmeiras, que mesmo jogando em casa tomava muita pressão da artilharia pesada Argentina. Nem mesmo a expulsão de Rojas, abateu o 4 vezes campeão da Libertadores, o River Plate foi pra cima e eis que surge mais um lance polêmico e o pênalti foi marcado, entretanto por mais uma vez o VAR salvou o Palmeiras.  

Já no final do jogo o VAR teve que ser acionado novamente em mais um lance de possível pênalti para o River, nessa oportunidade realmente foi penalidade, porém na origem do lance os árbitros de vídeo viram uma irregularidade e marcaram o impedimento na jogada.

Na base de muito sofrimento, o Palmeiras é finalista da Copa Libertadores da América. A final é dia 30 de janeiro às 17 horas, e claro tem transmissão exclusiva da Rede Massa – SBT.

Para ver mais informações sobre este caso, assista reportagem completa do Show de Bola Curitiba desta terça-feira (13):