Paraná Clube enfrenta o Cianorte em jogo decisivo e eliminatório

O ídolo está de volta e contou os dias para estrear no comando do Paraná, o “start” de Maurílio à beira do gramado pelo tricolor, será logo de cara, na Copa do Brasil contra o Cianorte.

“É uma competição diferente, uma competição onde envolve muita coisa né. Nós temos que ter muita muito discernimento, muita tranquilidade para poder fazer um grande jogo e daí consegui voltar para casa com a classificação da próxima fase.” Afirmou Maurílio, técnico e ídolo do Paraná Clube.

Maurílio assumiu como técnico do Paraná no começo de fevereiro, chegou em Curitiba com festa da torcida, tudo lindo, baita expectativa, ele só não contava com o adiamento dos jogos do Campeonato Paranaense. 

“A ansiedade existe, a gente queria estrear logo queria já fazer esse jogo com o Cascavel para começar bem ter uma sequência boa mas por infelicidade não aconteceu.” Afirmou Maurílio, técnico e ídolo do Paraná Clube.

Dentro das quatro linhas, Maurílio fez história vestindo a camisa Paranista. Em quatro passagens pelo clube foram mais de 100 jogos e aproximadamente 70 gols, agora como técnico do Paraná um novo sonho está sendo realizado.

Paraná queira ou não queira é o clube da minha vida, é o clube que eu tenho uma paixão muito grande, é um sonho realizado de estar aqui e é uma chance maravilhosa, então eu vou dar de tudo.  Afirmou Maurílio, técnico e ídolo do Paraná Clube.

O confronto é Paranaense, mas o jogo é válido por uma competição nacional e um adversário que já entrou em campo esse ano.

“O Cianorte já estreou né, estreou bem com vitória frente o Athletico, tá confiante né, vem desse resultado positivo trazendo uma confiança da bagagem jogando em casa.” Afirmou Maurílio, técnico e ídolo do Paraná Clube.

Um Cianorte preparado para missão, o tricolor tem a vantagem de jogar pelo empate e o time do interior sabe que terá que passar por cima disso. 

“Sabemos também da responsabilidade que é essa competição para o clube, estamos muito focados para em busca da nossa classificação.” Afirmou João Burse, técnico do Cianorte.

O caminho será longo em 2021, depois do rebaixamento, uma série C pela frente e a busca de um recomeço para o time que sofreu com a queda de divisão. São 19 reforços até aqui, quase dois times de caras novas no CT Ninho da Gralha.

“A nossa equipe ela foi mesclada, todo mundo viu né. Nós fizemos aí atletas jovens e atletas com experiência, atletas que já tiveram participação em séries B, Série C, atletas jovens que tiveram também participação da Série C, Série B, então a gente fez uma mescla, buscando fazer com que isso dê liga” Afirmou Maurílio, técnico e ídolo do Paraná Clube.

Um dos poucos remanescentes do elenco de 2020, o goleiro Renan dá a receita para que o sucesso aconteça.

“Uma mescla é sempre importante, mas a partir do momento em que se escolhe a experiência,  a gente vai ter que ter a intensidade necessária e vai precisar também da juventude também, tem jogadores da base do Paraná ainda sendo aproveitados, tem jogadores jovens também que chegaram, então acho que a gente vai ter que buscar o equilíbrio né e criar uma identidade para esse time, mesmo sendo um time novo, mas tem uma identidade forte que é isso que o torcedor do Paraná quer.” Afirmou o goleiro Renan, do Paraná Clube.

Aguenta aí Maurílio, hoje, contra o Cianorte, finalmente a sua hora de estrear no comando do Paraná vai chegar.