Perto de voltar ao Coxa, Neilton diz que foi “humilhado e largado” pelo Sport

O atacante Neilton, do Sport, publicou uma longa e crítica nota alegando ter sido “humilhado e largado” pelo clube durante o processo de tratamento de uma lesão no tornozelo direito, sofrida no início de julho, na final do Campeonato Pernambucano.

Neilton acusa o Sport de não ter autorizado a realização de uma cirurgia, embora exames indiquem a necessidade do procedimento. O jogador, inclusive, afirma que a lesão foi agravada após uma cirurgia mal feita, realizada por um médico indicado pelo próprio clube pernambucano.

“Meu empresário ligava todos os dias e eles passaram a não atender mais. Até que um dia cheguei pra todos e falei que se eles não arcassem e me liberassem para fazer a cirurgia eu iria fazer por conta própria, porque não podia mais esperar. Me senti humilhado e ‘largado’, não me deram atenção que eu necessitava durante todo esse período de maio até novembro”, declarou o atacante, em nota.

“Então dia 19/11/21 realizei a nova cirurgia, arcando com todas as despesas. Para minha surpresa e do médico foi encontrado vários fragmentos no meu tornozelo, inclusive um fragmento bem grande como mostro na foto, foi feito o conserto da primeira cirurgia e uma segunda cirurgia que deveria ter sido feita em julho, porém ignorada pelo depto médico do Sport na ocasião. Não obtive mais retorno da parte do Sport, nem se quer pra saber como havia sido a cirurgia”, acrescentou.

Segundo Neilton, o Coritiba, clube que detém seus direitos econômicos, notificou o Sport por “falta de assistência médica”. Via assessoria, o Leão da Ilha irá se posicionar sobre a situação do jogador.