Scaloni descarta caos com quarentena de atletas de fora da Argentina

Os três jogadores da Argentina que atuam na Inglaterra permanecerão com a equipe para as três próximas partidas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo e não voltarão mais cedo “em nenhuma circunstância” por causa das regras de quarentena, disse o técnico Lionel Scaloni nesta quarta-feira (6).

O goleiro Emiliano Martínez, do Aston Villa, e a dupla Cristian Romero e Giovani Lo Celso, do Tottenham Hotspur, estão no elenco para a partida fora de casa contra o Paraguai na quinta-feira e para os jogos em casa contra Uruguai no domingo e Peru no dia 14 de outubro.

Os jogadores se envolveram em cenas caóticas no mês passado quando agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Brasil (Anvisa) interromperam o confronto entre argentinos e brasileiros, alegando que os jogadores que atuam na liga inglesa não cumpriram a quarentena necessária depois de chegarem do Reino Unido.

A partida foi abandonada e os jogadores voltaram aos seus clubes ingleses, ficando fora da equipe na vitória de 3 a 0 sobre a Bolívia alguns dias mais tarde.

“Não faremos o mesmo da última vez”, disse Scaloni. “[Da última vez] eu disse que eles viriam para todos os três jogos porque foi isto que acertamos em princípio. Depois houve problemas e eu os liberei. É totalmente diferente agora.”

Jogadores do Campeonato Inglês totalmente vacinados contra covid-19 poderão viajar a países na lista vermelha do governo britânico e terão permissão de jogar e treinar quando entrarem em quarentena na volta.