Técnico da seleção reconhece: “foi o melhor jogo sob meu comando”

Classificado para as semifinais do Pré-Olímpico de Split, o Brasil aguarda agora o seu rival no próximo sábado. Após uma atuação de gala diante do time da casa, com triunfo por 94 a 67, o técnico Aleksandar Petrovic comemorou, mas fez questão de manter toda a equipe com os pés no chão. A Seleção Brasileira está a duas partidas da vaga em Tóquio, mas a partir de agora, todos os jogos são de vida ou morte. Alemanha x Rússia e Tunísia x Croácia jogam nesta quinta-feira para definir quem vai às semifinais e o rival do Brasil no jogo de sábado.

“É fácil falar após esse tipo de jogo. Tudo foi perfeito. Tivemos energia suficiente para parar todos os jogadores importantes da Croácia para não terem chutes fáceis. Nossa segunda unidade jogou a defesa perfeitamente, aproveitou os erros da Croácia. Por 37 minutos, foi o melhor jogo meu como técnico do Brasil em quatro anos, melhor até do que na vitória sobre a Grécia na Copa do Mundo. Mas, para mim, é um triunfo só. Temos dois jogos pela frente e que são importantíssimos. Para jogar bem, precisamos esquecer essa vitória”, disse Petrovic.

Cestinha do Brasil no triunfo, com 20 pontos, Rafael Hettsheimeir voltou a elogiar a importância do sistema defensivo do Brasil.

“Fizemos um grande jogo, contra uma grande equipe. Todo mundo entrou muito focado, principalmente nossa defesa. Tiramos os pontos fortes deles. Construímos o nosso ataque através da nossa defesa. O Petrovic sempre nos cobra isso. O mérito é todo da nossa defesa”, citou Hett.

As semifinais estão marcadas para sábado, às 7h30 e 11h, de Brasília. O Brasil só saberá em qual dos dois horários irá atuar após a definição da última rodada. A final será no dia seguinte, no domingo, 4 de julho, a partir das 14h30. Apenas o campeão do Pré-Olímpico garante vaga em Tóquio 2020.