Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ao lado de polonês, Melo vence na estreia e avança no Torneio de Viena

Novamente com um parceiro diferente, o brasileiro Marcelo Melo venceu na estreia do Torneio de Viena nesta segunda-feira. Desta vez ao lado do polonês Lukasz Kubot, o tenista avançou às quartas de final com o triunfo sobre o norte-americano Nicholas Monroe e o australiano Artem Sitak por 2 sets a 0, com duplo 6/4.

Número 7 do mundo entre os duplistas, Melo já atuou ao lado de seis parceiros diferentes em torneios da ATP nesta temporada. Além do croata Ivan Dodig, sua dupla mais constante, e de seu compatriota Bruno Soares, com quem jogou em Estocolmo na semana passada, o brasileiro já teve Kubot, o canadense Daniel Nestor, o holandês Jean-Julien Rojer e o argentino Juan Martín Del Potro ao seu lado em 2016.

Cabeças de chave número 4 em Viena, Melo e Kubot foram precisos para vencer nesta segunda-feira. No primeiro set, aproveitaram a única oportunidade de quebra que tiveram para saírem na frente. Já no segundo, chegaram a ser quebrados, mas responderam aproveitando dois break points que foram suficientes para o triunfo.

Agora, Melo e Kubot esperam para conhecer os próximos adversários na Áustria. Eles vão encarar nas quartas de final o vencedor do confronto do norte-americano Steve Johnson e do alemão Philipp Petzschner com o mexicano Santiago González e o paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi.

SIMPLES - Na chave de simples em Viena, destaque para a surpreendente queda do checo Tomas Berdych logo na estreia. Segundo cabeça de chave da competição, ele não foi páreo para o georgiano Nikoloz Basilashvili, que veio do qualifying para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (5/7) e 7/5.

Berdych até se mostrou em bom dia no saque e conseguiu 10 aces ao longo da partida, mas passou os dois primeiros sets sem ter sequer um break point a seu favor. Ainda assim, graças a um tie-break, conseguiu levar a partida para a parcial de desempate. Mas aí, Basilashvili foi mais feliz e impôs seu jogo para fechar o confronto.

Agora, o número 107 do mundo terá pela frente um jovem adversário: o russo Karen Khachanov, 63.º colocado do ranking, de 20 anos, que eliminou na estreia o italiano Andreas Seppi por 2 sets a 0, com duplo 6/4.

Outro cabeça de chave que entrou em quadra nesta segunda-feira, mas venceu, foi o croata Ivo Karlovic. Oitavo favorito e número 23 do ranking, o tenista de 37 anos eliminou o norte-americano Steve Johnson por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/3.

Já John Isner, 27.º do mundo, precisou de três sets para eliminar o alemão Jan-Lennard Struff, com parciais de 6/7 (1/7), 6/3 e 6/4. Quem também venceu por 2 sets a 1 foi o bósnio Damir Dzumhur diante do espanhol Nicolas Almagro, mas com direito a "pneu": 6/3, 5/7 e 6/0.