Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Com 'pneu', Murray vence francês e vai às quartas em Paris

Em sua perseguição a Novak Djokovic, o escocês Andy Murray deu mais um passo rumo ao topo do ranking nesta quinta-feira ao vencer o local Lucas Pouille e alcançar as quartas de final do Masters 1000 de Paris. O número dois do mundo chegou a aplicar um "pneu" no adversário, ao fechar o jogo por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/0.

Nas quartas, o tenista britânico vai encarar o vencedor do duelo entre o checo Tomas Berdych e o local Gilles Simon. Em Paris, Murray tem sua primeira chance real de alcançar a liderança do ranking da ATP. Para tanto, precisa chegar ao título e torcer para Djokovic não chegar à final.

Por outro lado, Murray precisa seguir lutando em Paris para evitar que o sérvio garante o primeiro lugar do ranking até o fim do ano. Isso acontecerá se Djokovic ficar com o troféu em Paris e o escocês não passar das quartas. A disputa poderá se prolongar para o ATP Finals, que encerrará a temporada, a partir do dia 13.

Neste confronto direto, que concentra todas as atenções no mundo do tênis, Murray faz trajetória inversa a Djokovic em Paris. Se o sérvio teve estreia tranquila e dificuldades nesta quinta, o britânico venceu com facilidade, após enfrentar problemas em sua primeira partida.

O domínio de Murray pôde ser verificado pelos números, nesta quinta. O favorito cedeu apenas três games ao rival francês, 17º colocado do mundo. Cometeu apenas 14 erros não forçados em toda a partida, contra 27 do rival. O escocês também foi superior no saque, tanto no primeiro quanto no segundo.

Murray só foi ameaçado pelo tenista da casa na primeira parcial, quando sofreu uma quebra e precisou salvar quatro break points. Depois disso, deslanchou no confronto, a ponto de emplacar um "pneu" no segundo set, sacramentando a vitória em 1h12min de duelo.