Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Del Potro vence a final em Estocolmo e é campeão pela 1ª vez desde 2014

(Foto: Arquivp - Philip Hall/ usopen.org) - Del Potro vence em Estocolmo e é campeão pela 1ª vez desde 2014
(Foto: Arquivp - Philip Hall/ usopen.org)

Depois de mais de dois anos, o argentino Juan Martín Del Potro finalmente pode voltar a celebrar um título. Neste domingo, o número 63 do mundo deixou de vez para trás o passado recente de contusões e decepções e voltou a comemorar ao se sagrar campeão do Torneio de Estocolmo, na Suécia.

A conquista veio com a vitória por 2 sets a 0 sobre o norte-americano Jack Sock, com parciais de 7/5 e 6/1, em 1h16min. Sock entrou em quadra com o favoritismo, ao menos na teoria, por ser o sexto cabeça de chave da competição, mas não resistiu à superioridade de Del Potro a partir da reta final do primeiro set.

Del Potro já provou ser um dos tenistas mais talentosos do mundo, o que o levou ao título do US Open de 2009, por exemplo. No entanto, uma sequência de lesões no punho o obrigou a passar por três cirurgias. Antes da última, o próprio tenista chegou a admitir que pensava em deixar o esporte, mas a volta por cima foi selada neste domingo.

A carreira de Del Potro "ressucitou" depois de mais de um ano sem entrar em quadra. Em 2016, o argentino inclusive foi medalha de prata na Olimpíada do Rio, ao perder para o britânico Andy Murray na final. Faltava, no entanto, o primeiro título deste retorno, que veio neste domingo.

No primeiro set, Del Potro teve bastante dificuldade para superar o forte saque de Sock, mas conseguiu uma quebra na reta final para fechar. A derrota pareceu desanimar o norte-americano, que não manteve o nível na segunda parcial. Melhor para o argentino, que arrancou com tranquilidade para o triunfo.

Foi a primeira vitória de Del Potro em dois confrontos diante de Sock, e o resultado deve lhe render uma ascensão significativa na atualização de segunda-feira do ranking da ATP. Este foi também o 19.º título de simples da carreira do argentino na ATP, sendo o primeiro em Estocolmo e o primeiro desde Sydney, em janeiro de 2014.