Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Djokovic bate Dimitrov de virada e avança às quartas de final em Paris

Depois de uma estreia tranquila, Novak Djokovic tomou um susto nesta quinta-feira, em sua segunda partida no Masters 1000 de Paris, na França. O sérvio, que busca se assegurar no topo do ranking nesta semana, perdeu set e precisou buscar a virada para superar o búlgaro Grigor Dimitrov por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/3, em 2h23min de confronto.

Com o triunfo, o número 1 do mundo avançou às quartas de final da competição francesa. Também se manteve na briga para sustentar a posição no ranking, que vem sendo ameaçado pelo escocês Andy Murray. O britânico alcançará o topo se for campeão em Paris e Djokovic não atingir a final. Por outro lado, o sérvio garante o 1º lugar do ranking até o fim do ano se levar o troféu e o rival não passar das quartas.

Sob esta pressão, Djokovic fez um início de jogo irregular num set marcado por erros de ambos os lados. Dimitrov faturou a primeira quebra de saque da partida, mas Djokovic reagiu rapidamente e devolveu a quebra. Mas o búlgaro voltou a se impor no saque do favorito e fechou o set.

A partir da segunda parcial, Djokovic assumiu o controle da partida, graças principalmente aos vacilos do búlgaro. Dimitrov cometeu 55 erros não forçados no jogo, contra 29 do sérvio. Ele falhava mais porque arriscava mais. Foram 32 bolas vencedoras ao longo da partida, contra 17 de Djokovic.

Mas os acertos do fundo de quadra não foram suficiente para compensar as falhas em série. Na segunda parcial, Djokovic faturou duas quebras e salvou dois break points. No terceiro e decisivo set, o número 1 foi ainda melhor. Não teve o saque ameaçado e ainda obteve uma quebra.

Nas quartas de final, Djokovic terá pela frente o croata Marin Cilic, que nesta quinta assegurou sua vaga no ATP Finals, que vai encerrar a temporada, em Londres. O sérvio tem amplo favoritismo sobre o rival, com 14 vitórias em 14 jogos contra o croata no circuito profissional.

Ainda nesta quinta o canadense Milos Raonic se garantiu nas quartas ao derrotar o uruguaio Pablo Cuevas por 4/6, 6/1 e 6/2. Seu próximo adversário sairá do confronto entre o japonês Kei Nishikori e o francês Jo-Wilfried Tsonga.

Também avançaram os norte-americanos John Isner e Jack Sock, que vão se enfrentar nas quartas de final. Isner bateu o alemão Jan-Lennard Struff por 6/4, 6/7 (4/7) e 6/3, enquanto Sock superou o francês Richard Gasquet por 6/2, 3/6 e 7/5.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo