Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Djokovic sofre, mas dá o troco em Kohlschreiber e vence na estreia em Montecarlo

Novak Djokovic sofreu para confirmar favoritismo nesta terça-feira, mas venceu o alemão Philipp Kohlschreiber por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/4, em sua estreia no Masters 1000 de Montecarlo. Com o triunfo, o tenista sérvio também deu o troco no adversário, que no mês passado foi o seu surpreendente algoz no Masters de Indian Wells, nos Estados Unidos.

Por ter aberto campanha direto na segunda rodada do importante torneio monegasco realizado em quadras de saibro, o líder do ranking mundial assegurou classificação às oitavas de final e terá como próximo adversário o ganhador da partida entre o norte-americano Taylor Fritz e o argentino Diego Schwartzman. O primeiro deles também estreou nesta terça e contou com a desistência do francês Jo-Wilfried Tsonga, por lesão, quando vencia o segundo set por 2 a 0, após ter liquidado a primeira parcial em 6/4.

Essa foi a nona vitória de Djokovic em 11 partidas com Kohlschreiber, experiente jogador de 35 anos que hoje ocupa a 40ª posição da ATP. Apesar do retrospecto amplamente favorável, o tenista de Belgrado precisou de 2h36min para superar o rival e desperdiçou quatro match points antes de finalmente fechar a partida no décimo game do terceiro set.

Neste reencontro entre os dois em Montecarlo, o sérvio começou melhor ao confirmar todos os seus saques e aproveitar uma de duas chances de quebrar o serviço do alemão para garantir a vantagem inicial de 6/3. Já o segundo set foi marcado pela instabilidade dos dois tenistas, pois Djokovic foi superado por quatro vezes com o saque na mão e Kohlschreiber viu o seu rival converter quatro de oito break points para aplicar o 6/4 que empatou a partida.

A terceira parcial também foi equilibrada, mas o favorito exibiu maior eficiência ao ganhar todos os games que disputou com o seu saque e ainda foi feliz em uma das duas oportunidades que recebeu de quebrar o serviço do adversário. Porém, só conseguiu fechar o duelo no quinto match point, após perder uma bola do jogo no nono game e mais três no décimo.

Antes de dar muito trabalho a Djokovic, que foi campeão em Montecarlo em 2013 e 2015, o veterano alemão havia desbancado o favoritismo do sérvio com uma vitória por duplo 6/4 em Indian Wells, em piso duro, mas agora sofreu a sua terceira derrota em quatro jogos em quadra de saibro contra o atual número 1 do mundo. O primeiro destes duelos ocorreu há dez anos, na edição de 2009 de Roland Garros, quando Kohlschreiber conquistou a sua outra única vitória sobre o rival. Depois disso, em 2013, Djokovic deu o troco no adversário no mesmo Grand Slam francês e voltou a superá-lo na superfície lenta em 2014, no Masters 1000 de Roma.

OUTROS JOGOS - Outras seis partidas da chave de simples masculina de Montecarlo já foram encerradas nesta terça-feira. Em uma delas, a revelação canadense Felix Auger Aliassime abriu campanha superando o argentino Juan Ignacio Londero por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (7/5), e se credenciou para ser o primeiro adversário do alemão Alexander Zverev, cabeça de chave número 3 e atual terceiro colocado da ATP, que estreará direto na segunda rodada.

Já o croata Maric Cilic, sétimo pré-classificado, foi eliminado já no início de sua participação no torneio. Ele acabou sendo derrotado pelo argentino Guido Pella, que avançou às oitavas de final ao ganhar por 2 sets a 1, com 6/3, 5/7 e 6/1. O seu próximo rival sairá do confronto entre o suíço Stan Wawrinka e o italiano Marco Cecchinato, também programado para ser encerrado nesta terça.

Outro favorito eliminado na estreia neste dia de duelos foi o russo Karen Khachanov. Oitavo cabeça de chave, ele foi batido pelo italiano Lorenzo Sonego por 7/6 (7/4) e 6/4. Com o triunfo, o tenista da Itália também passou às oitavas de final e se classificou para encarar o ganhador da partida entre o britânico Cameron Norrie e húngaro Marton Fucsovics. O primeiro deles se garantiu na segunda rodada nesta terça-feira ao despachar o francês Adrian Mannarino com parciais de 6/4 e 6/3.

Já o também francês Pierre-Hugues Herbert estreou com vitória em Montecarlo ao eliminar o espanhol Fernando Verdasco com um duplo 6/4. O seu adversário seguinte na competição será o japonês Kei Nishikori, quinto pré-classificado, que abre campanha direto na segunda rodada.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo