Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Federer, irmãos Bryan, Del Potro e Pouille faturam prêmios da ATP

A Associação dos Tenistas Profissionais anunciou nesta quinta-feira os ganhadores de várias honrarias da premiação deste ano da entidade, que revelou os nomes às vésperas do início da disputa do ATP Finals, torneio que reunirá os melhores jogadores da temporada a partir deste domingo, em Londres.

Mesmo afastado das quadras há um bom tempo em meio a uma temporada na qual foi atrapalhado por lesões, o suíço Roger Federer deu mais uma demonstração de sua enorme popularidade ao ser eleito o tenista favorito do fãs pelo 14º ano seguido. Desde 2003, por sua vez, o recordista de títulos de Grand Slam contabilizou 33 honrarias conquistadas na premiação da ATP.

Os irmãos norte-americanos Mike e Bob Bryan, por sua vez, faturaram pelo 12º ano seguido o prêmio de dupla predileta dos fãs. Diferentemente de Federer, porém, os dois estarão presentes neste próximo ATP Finals e integrarão na primeira fase da competição um grupo que contará com a presença de dois tenistas brasileiros: Bruno Soares, parceiro de britânico Jamie Murray, e Marcelo Melo, que forma dupla com Ivan Dodig.

Outro tenista de destaque que entrou na lista de premiados pela ATP neste ano foi o argentino Juan Martín del Potro, que ganhou o prêmio Retorno do Ano depois de ser atrapalhado em temporadas anteriores por uma série de lesões no pulso que o deixaram longos períodos afastado das quadras.

Entre outros feitos, Del Potro foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio, onde eliminou ninguém menos do que Novak Djokovic em sua estreia. Para completar, foi campeão do Torneio de Estocolmo e ajudou a levar a Argentina à final da Copa Davis, na qual seu país eliminou a Grã-Bretanha de Andy Murray nas semifinais.

Já o jovem francês Lucas Pouille, uma das principais promessas do tênis atual, foi eleito pelos próprios tenistas do circuito profissional como o jogador que mais se desenvolveu neste ano e também garantiu esta honraria da ATP.

O croata Maric Cilic, por sua vez, ganhou esta edição do prêmio Arthur Ashe, que valoriza jogadores que se preocupam com questões humanitárias. Cilic, no caso, foi premiado por ações realizadas por meio de projetos educacionais de sua fundação.

Já os vencedores dos prêmios concedidos a quem termina o ano como líder do ranking de simples e a quem fecha como líderes da listagem de duplas serão determinados apenas no ATP Finals. Disputam esta honraria individual Murray e Djokovic, enquanto nas duplas o prêmio está entre Pierre-Hugues Herbert/Nicolas Mahut e Jamie Murray/Bruno Soares.