Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Hepta na Austrália, Serena recupera a ponta da WTA; Venus encosta no Top 10

Dois dias após faturar o heptacampeonato do Aberto da Austrália e se tornar a maior vencedora de títulos de Grand Slam da Era Aberta do tênis, feito obtido com vitória sobre a irmã mais velha Venus na decisão, Serena Williams voltou oficialmente à liderança do ranking feminino do tênis, atualizado nesta segunda-feira pela WTA.

Agora com 23 títulos de Grand Slam, superando os 22 da lendária ex-tenista Steffi Graf, a norte-americana dependia da conquista do título em Melbourne para retornar ao topo, posto que ela deixou no ano passado. Com a conquista assegurada, ela já abriu 665 pontos de vantagem sobre a alemã Angelique Kerber, que caiu para a segunda posição.

Serena chegou ao total de 7.780 pontos, enquanto Kerber, que defendia 2.000 por ter sido campeã na Austrália no ano passado, ficou com 7.115 pontos depois de ter sido eliminada de forma surpreendente nas oitavas de final em Melbourne.

Venus Williams, por sua vez, saltou seis posições por ter ido à final na Austrália e com isso encostou no Top 10. Ex-número 1 do mundo, a norte-americana chegou ao 11º lugar e está logo atrás da britânica Johanna Konta, que caiu da nona para a décima posição.

Outro fato de destaque no ranking atualizado nesta segunda-feira foi a ascensão da checa Karolina Pliskova, que subiu do quinto para o terceiro lugar depois de ter avançado às semifinais do primeiro Grand Slam do ano. Ela ultrapassou a romena Simona Halep, que se sustentou na quarta posição.

Outra beneficiada por sua campanha em Melbourne foi a eslovaca Dominika Cibulkova, que retornou ao Top 5 ao ascender da sexta para a quinta colocação.

Na contramão destas tenistas, a polonesa Agnieszka Radwanska pagou o preço por ter sido eliminada já na segunda rodada da Austrália, fato que a fez cair do terceiro para o sexto posto da WTA, ficando agora logo à frente da espanhola Garbiñe Muguruza, que se manteve no sétimo lugar.

Outra modificação no Top 10 envolveu a veterana russa Svetlana Kuznetsova, que também conseguiu campanha expressiva na Austrália e saltou do décimo para o oitavo lugar, ultrapassando a norte-americana Madison Keys, que caiu da oitava para a nona posição, além de Johanna Konta.

Surpreendente semifinalista do Aberto da Austrália, a norte-americana CoCo Vandeweghe entrou no Top 20 da WTA ao subir nada menos do que 15 posições. Ela assumiu justamente o 20º lugar. Outra que surpreendeu ao ir às semifinais em Melbourne, a croata Mirjana Lucic-Baroni teve ascensão ainda maior ao subir 30 postos e passar a figurar como 29ª tenista do mundo.

BRASIL - Eliminadas já no qualifying do Aberto da Austrália, as brasileiras Paula Gonçalves e Teliana Pereira percorreram rumos distintos no Top 200 do ranking nesta segunda-feira. Enquanto a primeira delas desceu da 160ª para a 168ª posição, a sua compatriota subiu da 196ª para a 189ª.

Postada entre Paula e Teliana na listagem da WTA como tenista número 2 do País, Bia Haddad Maia, que está voltando de lesão sofrida de um acidente doméstico que a impediu de disputar o quali na Austrália, caiu do 173º para o 178º lugar.

Confira o ranking atualizado da WTA:

1) Serena Williams (EUA), 7.780 pontos

2) Angelique Kerber (ALE), 7.115

3) Karolina Pliskova (RCH), 5.270

4) Simona Halep (ROM), 5.073

5) Dominika Cibulkova (ESQ), 4.985

6) Agnieszka Radwanska (POL), 4.915

7) Garbiñe Muguruza (ESP), 4.720

8) Svetlana Kuznetsova (RUS), 3.915

9) Madison Keys (EUA), 3.897

10) Johanna Konta (GBR), 3.705

11) Venus Williams (EUA), 3.530

12) Petra Kvitova (RCH), 3.415

13) Elina Svitolina (UCR), 2.955

14) Carla Suárez Navarro (ESP), 2.625

15) Timea Bacsinszky (SUI), 2.407

16) Elena Vesnina (RUS), 2.357

17) Barbora Strycova (RCH), 2.295

18) Caroline Wozniacki (DIN), 2.295

19) Victoria Azarenka (BLR), 2.161

20) CoCo Vandeweghe (EUA), 2.136

160) Paulo Gonçalves (BRA), 356

178) Bia Haddad Maia (BRA), 310

189) Teliana Pereira (BRA), 291C