Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Já classificado, Djokovic arrasa Goffin e embala no ATP Finals

Novak Djokovic chegou ao ATP Finals sob forte desconfiança, após resultados ruins e a perda da liderança do ranking. Mas, aos poucos, recupera a confiança e volta a mostrar força em quadra. Nesta quinta-feira, o sérvio arrasou o belga David Goffin por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em sua última partida na fase de grupos do torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, em Londres.

Com o triunfo, o número dois do mundo manteve o aproveitamento de 100% nesta fase da competição. No Grupo Ivan Lendl, ele já havia derrotado o austríaco Dominic Thiem e o canadense Milos Raonic. Seu adversário seguinte seria o francês Gael Monfils, que abandonou na quarta em razão de problema físico. Assim, o reserva Goffin precisou entrar em quadra nesta quinta para duelar com Djokovic.

A vitória sobre o belga, que vale mais 200 pontos no ranking do sérvio, mantém o tenista na briga para retornar ao topo. Se for campeão em Londres, Djokovic desbanca o escocês Andy Murray e encerra o ano novamente na liderança. Caso fique sem o título, ainda poderá retomar o topo, dependendo aí de uma combinação de resultados de Murray.

Já classificado para a semifinal, Djokovic entrou em quadra sem maiores preocupações nesta quinta. Além da vaga garantida, enfrentava um rival sem ritmo de jogo, que estava na espera, caso houvesse alguma desistência, o que acabou se confirmando.

Livre de maiores responsabilidades, embora buscasse os pontos da partida, o sérvio não teve problemas para se impor em quadra. Controlou a partida do fundo de quadra, e com bons saques, e só teve o serviço ameaçado uma vez em toda a partida. Por outro lado, faturou quatro quebras de saque contra o atual 11º do mundo.

Após vencer as três partidas na fase de grupos, Djokovic aguarda seu rival na semifinal. Ele será definido somente na noite de sexta, após as partidas do Grupo John McEnroe. Os candidatos são o próprio Murray, o suíço Stan Wawrinka e o japonês Kei Nishikori. O croata Marin Cilic, que completa a chave, não tem mais chances de avançar no torneio.