Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Melo e Soares caem em Estocolmo e mantêm jejum de títulos atuando juntos

Marcelo Melo e Bruno Soares voltaram a decepcionar atuando juntos. No Torneio de Estocolmo, foram eliminados nas semifinais nesta sexta-feira, ao caírem diante do croata Mate Pavic e do australiano Michael Venus por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4, e mantiveram um longo jejum de títulos quando formam duplas em competições da ATP.

Se são dois dos tenistas mais vitoriosos nas duplas quando atuam ao lado de seus parceiros tradicionais, o britânico Jamie Murray e o croata Ivan Dodig, respectivamente, Soares e Melo costumam decepcionar juntos. A última vez que venceram um troféu foi em 2012, justamente em Estocolmo. Somente em 2016, já foram quatro torneios da ATP, além da Olimpíada do Rio, em que os brasileiro pararam pelo caminho.

Em Estocolmo, tinham tudo a seu favor. Além de já terem vencido juntos no torneio sueco, chegaram como cabeças de chave número 1 e com ótimos rankings. Soares é o número 2 do mundo, enquanto Melo é o sétimo. Mas eles não foram páreos para os quartos cabeças de chave da competição.

Os brasileiros tiveram muitos problemas quando precisaram do segundo serviço nesta sexta e venceram somente 30% destes pontos. Com isso, o serviço ficou fragilizado e eles acabaram quebrados em três oportunidades. Do outro lado, Pavic e Venus cresceram nos momentos decisivos, salvaram os cinco break points que cederam e confirmaram a surpreendente vitória.

Números 29 e 38 do mundo entre os duplistas, respectivamente, Pavic e Venus agora esperam para conhecerem seus adversários na decisão em Estocolmo. Eles saíram do confronto dos irmãos suecos Elias e Mikael Ymer com o indiano Rohan Bopanna e o filipino Treat Huey.