Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Murray se torna 26º líder do ranking da ATP; Federer deixa Top 10 e cai para 16º

(Foto: Getty Images) - Murray se torna 26º líder do ranking da ATP
(Foto: Getty Images)

O escocês Andy Murray amanheceu nesta segunda-feira como o novo número 1 do ranking mundial de tênis. Ele se tornou o 26º líder da lista da ATP na história ao desbancar o sérvio Novak Djokovic a partir dos pontos somados no Masters 1000 de Paris, disputado na semana passada, na França. O novo ranking traz ainda o suíço Roger Federer fora do Top 10 pela 2002.

Murray garantiu a ponta ainda no sábado, ao avançar à decisão em Paris. E fez isso sem precisar suar porque seu adversário, o canadense Milos Raonic, desistiu antes da partida por conta de problema físico. A classificação à final foi o suficiente para Murray alcançar o topo porque Djokovic havia sido eliminado nas quartas de final, na sexta.

No domingo, Murray coroou o número 1 com o título na capital francesa, na decisão contra o norte-americano John Isner. Com esta conquista, ele chegou aos 11.185 pontos no ranking, contra 10.780 de Djokovic, que viu encerrada uma sequência de 122 semanas seguidas na liderança.

Mas a disputa pelo topo ainda terá mais um capítulo neste ano, antes do fim da temporada. O sérvio terá a chance de retomar a primeira colocação no ATP Finals, que reunirá os oito melhores tenistas da temporada em Londres, a partir do próximo domingo. Uma combinação de resultados pode assegurar Murray no topo até o início da temporada 2017 ou pode devolver Djokovic ao posto de número 1.

A mudança no topo não foi a única no Top 10 do ranking atualizado nesta segunda. Apesar do abandono antes da semifinal, Raonic voltou ao quarto posto, desbancando o japonês Kei Nishikori, novamente na quinta posição. O francês Gael Monfils apareceu no sexto lugar, em sua melhor colocação da carreira.

Na sequência, vem o croata Marin Cilic, que também cravou sua melhor posição no ranking nesta semana. Monfils e Cilic ultrapassagem o espanhol Rafael Nadal, que figura agora em 8º. O austríaco Dominic Thiem é nono colocado, caindo uma posição em relação à semana passada, e o checo Tomas Berdych retornou ao Top 10, subindo uma colocação.

Fora desta restrita lista, o maior destaque é Roger Federer. Sem jogar desde que foi eliminado na semifinal de Wimbledon, o suíço segue em queda no ranking. Pela primeira vez desde 2002, ele aparece fora do Top 10. Naquela época, Federer tinha apenas 21 anos e somente três títulos no currículo. Hoje são 85, aos 35 anos de idade.

O recordista de troféus de Grand Slam, com 17 conquistas, perdeu sete posições na lista atualizada nesta segunda e caiu para o 16º lugar, sua pior colocação desde maio de 2001. Em processo de recuperação física, Federer voltará às quadras para competições oficiais somente em janeiro de 2017.

Entre os tenistas brasileiros, três dos quatro mais bem ranqueados sofreram quedas. Thomaz Bellucci perdeu 3 posições e Thiago Monteiro, seis. Os dois anteciparam o fim da temporada em razão de problemas físicos. Bellucci figura agora em 62º e Monteiro, em 87º. Já João Souza perdeu três colocações e agora é o 125º.

A única exceção entre os quatro melhores brasileiros foi Rogério Dutra Silva. Rogerinho, como é conhecido, galgou uma posição e figura no 106º lugar.

Confira os 20 primeiros colocados do ranking da ATP:

1º - Andy Murray (GBR), 11.185 pontos

2º - Novak Djokovic (SER), 10.780

3º - Stan Wawrinka (SUI), 5.115

4º - Milos Raonic (CAN), 5.050

5º - Kei Nishikori (JAP), 4.705

6º - Gael Monfils (FRA), 3.625

7º - Marin Cilic (CRO), 3.450

8º - Rafael Nadal (ESP), 3.300

9º - Dominic Thiem (AUT), 3.215

10º - Tomas Berdych (RCH), 3.060

11º - David Goffin (BEL), 2.780

12º - Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 2.550

13º - Nick Kyrgios (AUS), 2.460

14º - Roberto Bautista Agut (ESP), 2.350

15º - Lucas Pouille (FRA), 2.196

16º - Roger Federer (SUI), 2.130

17º - Grigor Dimitrov (BUL), 2.035

18º - Richard Gasquet (FRA), 1.885

19º - John Isner (EUA), 1.850

20º - Ivo Karlovic (CRO), 1.795

62º - Thomaz Bellucci (BRASIL), 771


87º - Thiago Monteiro (BRASIL), 674

106º - Rogério Dutra Silva (BRASIL), 575

125º - João Souza (BRASIL), 483