Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Roger Federer tem trabalho, mas bate britânico e avança à 3ª rodada na Austrália

Roger Federer tem trabalho, mas bate britânico e avança à 3ª rodada

O suíço Roger Federer teve mais trabalho em quadra do que na estreia, mas o resultado foi o mesmo. Nesta quarta-feira, pela segunda rodada do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, o atual número 3 do mundo venceu o britânico Daniel Evans, que veio do qualifying e ocupa a 190.ª colocação do ranking da ATP, por 3 sets a 0 - com parciais de 7/6 (7/5), 7/6 (7/3) e 6/3, em 2 horas e 35 minutos.

O triunfo desta quarta-feira mantém Federer com uma escrita quase perfeita contra tenistas que entram nos torneios passando pelo qualifying. Em 28 jogos em sua carreira profissional, o suíço ganhou 27 vezes. A exceção ocorreu em Wimbledon, em 2002, contra o croata Mario Ancic.

Vencedor das duas últimas edições do Aberto da Austrália, Federer já sabe quem enfrentará na terceira rodada. O seu adversário será o norte-americano Taylor Fritz, número 50 do mundo, que bateu o francês Gael Monfils (33.º colocado e cabeça de chave 30) por 3 sets a 1 - com parciais de 6/3, 6/7 (8/10), 7/6 (8/6) e 7/6 (7/5), em 3 horas e 24 minutos.

Quem também sofreu um pouco nesta segunda rodada foi o croata Marin Cilic. O cabeça de chave número 6 em Melbourne precisou de 3 horas e 37 minutos para eliminar o norte-americano Mackenzie Mcdonald, 81.º do ranking, por 3 sets a 1 - com parciais de 7/5, 6/7 (9/11), 6/4 e 6/4. Seu próximo rival será o espanhol Fernando Verdasco, 26.º pré-classificado, que bateu o moldavo Radu Albot por 3 a 0 - parciais de 6/1, 7/6 (7/2) e 6/3.

OUTROS JOGOS - Tenista da nova geração, o grego Stefanos Tsitsipas foi outro que não teve muita facilidade. O cabeça de chave número 14 encarou o sérvio Viktor Troicki e penou para ganhar por 3 sets a 1 - com parciais de 6/3, 2/6, 6/2 e 7/5, depois de 2 horas e 40 minutos de confronto.

Na terceira rodada, o tenista da Grécia deverá ter mais trabalho, já que jogará contra o georgiano Nikoloz Basilashvili, 19.º pré-classificado, que atuou por quase três horas para vencer o italiano Stefano Travaglia, que veio do qualifying, por 3 sets a 2 - parciais de 3/6, 6/3, 3/6, 6/4 e 6/3.

Cabeça 10, o russo Karen Kachanov é outro representante da nova geração do tênis que promete dar trabalho aos veteranos em Melbourne. Nesta quarta-feira, passou de fase ao ganhar do japonês Yoshihito Nishioka com um triplo 6/3.

Só que um "tenista das antigas" tem mostrado boa forma. Algoz do britânico Kyle Edmund, semifinalista do ano passado, logo na estreia, o checo Tomas Berdych derrubou desta vez o holandês Robin Haase por 3 sets a 0 - com parciais de 6/1, 6/3 e 6/3. Agora enfrentará o argentino Diego Schwartzman, que sofreu para derrotar o norte-americano Denis Kudla por 3 a 2 - 6/4, 7/5, 3/6, 6/7 (6-8) e 6/4, em quase quatro horas de jogo.

A grande surpresa do dia foi a eliminação do sul-africano Kevin Anderson. Cabeça de chave número 5, ele acabou sendo surpreendido ao levar a virada do norte-americano Frances Tiafoe, que após 2 horas e 59 minutos ganhou por 3 sets a 1 - com parciais de 4/6, 6/4, 6/4 e 7/5. Na terceira rodada, o 39.º do mundo terá pela frente o italiano Andreas Seppi, que passou pelo australiano Jordan Thompson em três sets.

Por fim, o búlgaro Grigor Dimitrov, cabeça 20, venceu mais uma vez. Fez 3 sets a 1 no uruguaio Pablo Cuevas - com parciais de 6/3, 6/7 (5/7), 6/3 e 7/5 - e agora jogará contra o italiano Thomas Fabbiano, que ganhou do norte-americano Reilly Opelka por 3 a 2 - parciais de 6/7 (15/17), 6/2, 6/4, 3/6, 7/6 (10 a 5 no match tie-break).

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo