Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Wawrinka vacila e cai nas oitavas de final em Xangai

Em sua pior apresentação desde o título do US Open, o suíço Stan Wawrinka foi batido pelo francês Gilles Simon nesta quinta-feira e se despediu de forma precoce do Masters 1000 de Xangai, na China. O número três do mundo foi derrotado em sets diretos, com duplo 6/4, em 1h36min de duelo, nas oitavas de final.

Wawrinka vinha em grande momento no circuito, embalado pelo título do Grand Slam norte-americano. Depois de faturar o importante troféu, ele competiu em São Petersburgo. Só não conquistou outro título porque foi surpreendido pelo jovem alemão Alexander Zverev na final, em confronto de três sets.

Em Xangai, o suíço tinha boa oportunidade para mostrar força novamente em um grande torneio. Porém, venceu apenas uma partida e caiu nas oitavas. Contra Simon, Wawrinka chegou a estar com uma quebra de vantagem no set inicial. No entanto, permitiu a virada. Na segunda parcial, o suíço também faturou quebra, mas não foi o suficiente para superar o francês.

Nas quartas de final, Gilles Simon vai duelar com o norte-americano Jack Sock, outra surpresa nesta fase da competição. Sock eliminou nesta quinta o canadense Milos Raonic, de virada. Outro confronto das quartas terá o escocês Andy Murray e David Goffin. O belga se credenciou para o duelo ao vencer o francês Gael Monfils por 4/6, 6/4 e 6/2.

Número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic também conheceu seu próximo adversário no fim da rodada desta quinta. Será o alemão Mischa Zverev, que despachou o espanhol Marcel Granollers por 6/7 (4/7), 6/4 e 6/1. Antes desse confronto, Zverev havia avançado na chave beneficiado por uma atuação displicente do australiano Nick Kyrgios.

KYRGIOS LEVA MULTA - O desempenho neste jogo custou ao tenista australiano uma multado no valor de US$ 16.500 (cerca de R$ 52 mil). De acordo com a ATP, Kyrgios foi punido por três infrações diferentes, que totalizaram US$ 16.500: "falta de esforço" (US$ 10 mil), discussão com espectador (US$ 5 mil) e falta de esportividade (US$ 1.500).

Conhecido pelas polêmicas dentro e fora de quadra, o australiano voltou a se destacar negativamente na quarta ao protagonizar atuação displicente diante de Zverev. Ele levou vaias da torcida, chegou a discutir com um espectador durante a partida e foi advertido pelo juiz de cadeira.

Num dos lances mais criticados, ele sacou sem velocidade, facilitando a devolução do rival. Logo após sacar, antes mesmo do retorno do rival, o australiano já deixava a quadra, desistindo do ponto. Zverev fechou a partida em apenas 48 minutos. Kyrgios não deu justificativa para seu comportamento em quadra.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo