“Time manteve o equilíbrio e o plano de jogo”, avalia Bruno Lazaroni

O Athletico soube se reorganizar em campo, manteve seu plano de jogo e, dessa forma, conseguiu chegar à virada e a goleada sobre o Fluminense, nesta quarta-feira (30). Essa foi a avaliação de Bruno Lazaroni, que mais uma vez substituiu António Oliveira à beira do gramado.

“É o terceiro resultado que conseguimos reverter o placar. Pena que no último sofremos o gol nos acréscimos. Mostra a forma como nós encaramos os jogos. É claro que a gente gostaria de sair na frente e não se recuperar para buscar o resultado”, afirmou.

O auxiliar técnico do Furacão explicou como o time conseguiu superar um início de jogo difícil, assumir o controle da partida e conquistar a vitória no Rio de Janeiro. “Identificamos que estávamos tendo problemas com as triangulações pelo lado, com o Nenê e o Egídio. Corrigimos o posicionamento do Babi e do Terans, fazendo que o Canesin não precisasse sair na pressão mais à frente e abrir esse corredor para eles. A partir do momento que a gente organizou a parte defensiva por aquele setor, tivemos nosso melhor momento dentro do jogo, pudemos controlar as ações e começar a criar as oportunidades”, disse.

Para Lazaroni, a manutenção da estratégia traçada pelo técnico António Oliveira, mesmo após o gol sofrido logo no início, foi determinante para o resultado. “Apesar de um início em que sofremos o gol com um minuto e meio, o time manteve o equilíbrio, manteve a estratégia, os jogadores se empenharam e a gente pôde colocar em prática o plano de jogo desenhado pelo António. É todo o trabalho de uma comissão técnica, mas o mérito é do António, na estratégia, na escalação, na forma de jogar. E principalmente dos jogadores que fazem isso acontecer”, avaliou.