Tite destaca bom início da seleção nas Eliminatórias: ‘quero comemorar’

Após a vitória sobre o Paraguai por 2 a 0, o técnico da Seleção Brasileira, Tite, comemorou o bom início nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Com 100% de aproveitamento em seis jogos, o Brasil é líder da competição e se vê cada vez mais perto da vaga para o Mundial.

O triunfo sobre os paraguaios representou, também, a quebra de um tabu de mais de 35 anos sem vencer a Albirroja dentro de seus domínios. Um desafio encarado com muito respeito por toda a Seleção Brasileira.

“Estava conversando com o Eduardo Berizzo (técnico do Paraguai) antes e depois do jogo, do grau de dificuldade histórico, pela competitividade nos enfrentamentos que a gente tem. Foi assim na Copa América, onde empatamos em casa. O fato de ter saído na frente nos deu condição de administrar, do jogo sair de uma forma mais fluente. As coisas foram acontecendo com mais naturalidade, a pressão foi para o lado paraguaio. Conseguimos fazer um jogo num parâmetro bom, por isso a vitória veio”, analisou Tite, em entrevista coletiva.

Com a sexta vitória consecutiva, a Seleção chegou a seu melhor início na história das Eliminatórias da Copa do Mundo. O desempenho igualou a marca do Brasil de 1969, que venceu todos os seis jogos que tinha para garantir a participação no Mundial do México. Com um integrante da Seleção do Tri como chefe de delegação, Tite avaliou a importância desses resultados para a evolução da equipe.

“É muito difícil mensurar agora. são etapas que a equipe vai construindo. Estou olhando Clodoaldo. Ele fez uma observação da copa de 70, que a seleção foi se construindo. E caracteristicamente as seleções são assim, porque a gente não tem muito tempo de estar junto, de ajustar. E mesmo dentro do próprio jogo a gente procurar alternativas. Hoje, por exemplo, iniciamos com três jogadores diferentes do outro jogo. E mais as substituições que nos proporcionaram. Essa competitividade, esse nível que os atletas individualmente vão trazendo de seus clubes pode proporcionar a seleção esse crescimento”, ressaltou.

O início também coroa o grande trabalho feito por Tite nas Eliminatórias. Desde que assumiu a Seleção, em 2016, o treinador não sabe o que é perder na competição. Foram 18 jogos, com 16 vitórias e apenas dois empates, que dão ao time um aproveitamento de 92,6% dos pontos disputados. Além disso, foram 46 gols marcados e somente cinco sofridos.

Por fim, ao ser perguntado sobre o trabalho que se inicia para a disputa da Copa América 2021, Tite brincou e garantiu o seu direito de, após seis vitórias em seis jogos, celebrar um pouco desse momento. “Eu quero é comemorar um pouquinho”, disse, aos risos.