Titular da seleção, Ederson comenta grande defesa contra o Paraguai e papel de ‘líbero’

Não é de hoje que Ederson se destaca por jogar com os pés e com as mãos. Das duas formas, o goleiro foi importante na vitória da Seleção Brasileira sobre o Paraguai por 2 a 0, nesta terça-feira (8), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Seguro durante a partida, Ederson teve seu momento de destaque logo aos seis minutos do primeiro tempo. O Brasil havia inaugurado o placar com Neymar e, em uma resposta imediata do Paraguai, o goleiro precisou mostrar que estava com o reflexo em dia. Após jogada pela direita, a zaga brasileira afastou e Alderete emendou um chutaço da entrada da área, que iria morrer no ângulo, não fosse o tempo de reação de Ederson, que voou para fazer a defesa.

“O Danilo tirou a bola para o meio, o jogador bateu com força. Eu me preparei porque, pela forma que vi a corrida dele, vi que ia bater. Ele foi feliz em acertar um belo chute, eu também pude ser feliz com a defesa. São coisas que acontecem na partida, poderia ter sido gol, como não”, relembrou Ederson à CBF TV.

Durante o confronto, o goleiro também foi acionado para ajudar o Brasil a sair jogando. Conhecido por participar da construção ofensiva do Manchester City, Ederson mostrou todo seu arsenal a favor do ataque brasileiro, seja com ligações diretas aos homens de ataque ou com passes entre as linhas da pressão alta do Paraguai.

“É uma característica que tenho, hoje pude usá-la bem. Depende do momento dos jogos. Normalmente eu procuro segurar mais a bola, esperar o adversário tomar a decisão para depois tomar a minha. É continuar trabalhando, o time foi bem nas opções de passe hoje”, comentou.

Por fim, o goleiro destacou as dificuldades apresentadas na partida de hoje. Diante de um adversário que não perdia para a Seleção dentro de casa há 35 anos, o Brasil soube fazer seu jogo e superar as adversidades no Defensores del Chaco.

“Jogamos contra uma equipe muito difícil, em um gramado pesado, uma noite muito abafada, alguns jogadores sentiram bastante. Isso é normal, por estar vindo de fim de temporada. Mas quero dar os parabéns a equipe pelo belo desempenho, pelos três pontos e por continuar com a invencibilidade no torneio”, completou.

Com a vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, o Brasil é líder das Eliminatórias da Copa do Mundo, com 18 pontos conquistados em seis jogos.