Torcedores do Manchester United devem ser civilizados em protestos, diz Solskjaer

(Reuters) – O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, apoia o direito dos torcedores de protestar, mas disse que eles precisam ser “civilizados” depois que a violação de segurança de domingo no estádio do time provocou o adiamento do jogo contra o Liverpool no Campeonato Inglês, agora marcado para 13 de maio.

Protestos de torcedores contra a família Glazer, que acontecem desde que esta comprou o time em 2005, recomeçaram após o envolvimento do United em uma tentativa de criar uma Superliga Europeia dissidente.

Torcedores do United invadiram o estádio Old Trafford no domingo e ocuparam o campo, e manifestantes se chocaram com a polícia do lado de fora, deixando seis policiais feridos.

Solskjaer disse que os Glazers estão trabalhando para melhorar a comunicação com os torcedores e que recebeu um pedido de desculpas pessoal dos proprietários norte-americanos.

“Temos que ouvir, que escutar a voz dos torcedores”, disse Solskjaer em uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira. “É direito de todos protestar, mas tem que ser de maneira civilizada”.

“Infelizmente, quando você invade, quando policiais ficam marcados pelo resto da vida, você foi longe demais. Aí é assunto policial, não se trata mais de mostrar suas opiniões”, completou.

O Manchester United arrasou a Roma por 6 x 2 na partida de ida da semifinal da Liga Europa em Old Trafford, e Solskjaer espera que seus jogadores consigam tirar da cabeça os acontecimentos turbulentos da semana passada e se concentrarem em chegar à final.

(Por Arvind Sriram em Bengaluru)