Um mês pra Pequim 2022: veja como estão os atletas brasileiros na busca pela classificação

O Brasil já tem quatro vagas garantidas em Pequim 2022, sendo três no esqui cross country (duas para mulheres e uma para homens) e um no esqui alpino masculino. Ainda busca vagas no bobsled, esqui estilo livre, skeleton e snowboard. Veja abaixo quais são os próximos passos dos atletas que buscam a classificação para os próximos Jogos Olímpicos de Inverno e a situação do Brasil na busca pelas vagas.

Desportos no gelo

Nos desportos no gelo, o Brasil tem as vagas no skeleton feminino, com Nicole Silveira, e bobsled masculino, nas provas de 4-man e 2-man, bem garantidas e chances muito boas no monobob feminino, com Marina Tuono.

Nicole alcançou a 9ª colocação na 5ª etapa da Copa do Mundo em Altenberg (Alemanha), sendo a melhor atleta não europeia nesta etapa. Foi a melhor colocação de um brasileiro na história das Copas do Mundo. Na 6ª etapa, em Sigulda (Letônia), ficou em 24º. Essa semana, ela disputa a 7ª etapa em Winterberg (07/01) e fecha suas competições com a 8ª etapa em St. Moritz (14/01).  Após, irá retornar para Calgary (Canadá) para finalizar a preparação.

No bobsled, os brasileiros finalizaram as competições de 2-man, 4-man e monobob da North American Cup (NAC) em Lake Placid (Estados Unidos) em dezembro, conquistando importantes resultados para pontuação no Ranking Olímpico. Agora, Marina participa da 7ª etapa da Copa do Mundo em Winterberg (07/01) e fecha suas competições com a 8ª etapa em St. Moritz (15/01). O masculino também irá participar dessa etapa, nos dias 15 e 16. Todos ficam treinando na Europa, antes de viajar para China.

Desportos na Neve

Nos desportos na neve, são quatro vagas garantidas até o momento. Três delas no esqui cross country, duas no feminino e uma no masculino. Entre os homens, Manex Silva e Steve Hiestand atingiram resultados que os colocam como prioridades na participação. No feminino, Bruna Moura, Eduarda Ribera e Jaqueline Mourão estão na lista de prioridades de participação.  Mirlene Picin ainda pode conquistar o critério B no Sprint e entrar na disputa direta com as 3 atletas.

No esqui alpino, Michel Macedo, principal candidato à vaga na modalidade no masculino, venceu a prova de Slalom em Proctor Ski Area, nos Estados Unidos, no último final de semana. No feminino, Isabella Springer precisa de cinco provas abaixo de 160 pontos FIS – fez uma em 22/12. Precisa de outras quatro até 16 de janeiro.

No esqui estilo livre, Sabrina Cass, que disputa a prova de Moguls, está na zona de classificação para Pequim 2022 e compete em Tremblant (Canadá) na próxima sexta, 07/01. Cinco dias depois, busca os últimos pontos no ranking em Deer Valley (Estados Unidos) e fecha a temporada de competições antes dos Jogos Olímpicos em Chiesa in Valmalenco (Itália).

Já no masculino, os irmãos Dominic e Sebastian Bowler buscam a vaga na prova de halfpipe. Eles competiram na Copa do Mundo em Calgary, Canadá, no último final de semana. Sebastian teve o melhor desempenho com o 24º lugar e 37.50 pontos FIS. A próxima etapa será em Mammoth Mountain, Estados Unidos, de 06 a 08. Eles também competirão no Slopestyle, em que Dominic já tem mais de 50 pontos FIS, mas precisa obter um top 30.

No snowboard, a única chance agora é com Augustinho Teixeira, no halfpipe, que disputa ainda duas provas: em Mammoth Mountain (EUA), na próxima quinta, 06/01, e em Laax (Suíça), no dia 13. O atleta de apenas 16 anos, já alcançou o top 30, um dos requisitos para a vaga Olímpica de 2022. 

Informações do COB