Seleção masculina vence o Canadá e garante classificação para a fase final da Liga das Nações

A seleção brasileira masculina garantiu vaga na fase final da Liga das Nações, que acontece entre os dias 20 e 23, em Bolonha (Itália).  A classificação veio no início da manhã desta quinta-feira (07.07) com vitória sobre o Canadá por 3 sets a 0 (25/18, 25/19 e 25/16), na Maruzen Intec Arena, em Osaka (JAP), pela terceira etapa da competição. Com o resultado, o Brasil está garantido entre os oito melhores da fase classificatória. 

Foi a sétima vitória em 10 jogos do time comandado por Renan Dal Zotto, atual campeão da competição. O ponteiro Leal foi mais uma vez foi o principal pontuador da partida, com 15 acertos (13 de ataque, um de bloqueio e um de saque).

Na madrugada desta sexta-feira (08.07) a seleção masculina terá a França, atual campeã olímpica, como adversária, às 3h40 (de Brasília), ainda pela fase classificatória. O jogo tem transmissão ao vivo do sportv 2. 

Leal, ponteiro, maior pontuador do Brasil com 15 pontos (13 de ataque, um de bloqueio e um de saque): “Nosso time está de parabéns, pois conseguimos nosso primeiro objetivo, que era a classificação para a fase final. Jogamos muito melhor hoje, o que mostra que estamos evoluindo. A cada jogo estamos mais concentrados. Hoje eu pude mais uma vez contribuir para o bom resultado do time. Estou me sentindo bem, melhorando meu nível de jogo, me sentindo cada vez mais forte”. 

Isac, central, 10 pontos (sete de ataque e três de saque): “O saque é um momento que depende só de mim, e eu normalmente vou com o intuito de pontuar. Hoje conseguimos impor pressão com o nosso saque, e a equipe está de parabéns por isso”. 

Bruninho, levantador e capitão do Brasil: “Esta vitória nos deu três pontos que garantem a nossa classificação à fase final. O Canadá é uma equipe que tem um volume grande de jogo, saca forte e coloca pressão no adversário. Era um jogo de paciência e nós tivemos. Conseguimos controlar a pressão, tivemos um saque que entrou pesado e deixou o adversário acuado”.  

Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira masculina: “O Canadá tem um padrão de jogo de sistema de bloqueio e defesa, é difícil a bola cair. Nosso time teve maturidade para suportar a pressão. Apesar do placar um pouco dilatado, tivemos que sair de situações de dificuldade. Eles nos pressionaram no saque, mas conseguimos impor a nossa força. Temos outro grande desafio amanhã, então vamos analisar o grupo para ver como faremos, se manteremos a base ou se realizaremos alguma mudança”. 

Para a etapa em Osaka, a seleção masculina conta com os levantadores Bruninho e Cachopa; os centrais Isac, Flávio, Aracaju e Léo Andrade; os líberos Thales e Maique; os ponteiros Lucarelli, Adriano, Rodriguinho e Honorato; o ponteiro/oposto Leal; e o oposto Darlan. 

A Liga das Nações reúne as 16 melhores seleções de voleibol do planeta. Em 2022, a competição será realizada em duas fases. A primeira tem três etapas. Em cada uma, os times são divididos em dois grupos e cada um joga quatro vezes. Os grupos e os confrontos de cada semana são definidos por sorteio. Os oito melhores desta fase avançam para a fase final, que acontece de 20 a 23 de julho, em Bolonha (Itália). O Brasil é o atual campeão e busca o bicampeonato.  

Informaçõs da CBV.