Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Vôlei de praia terá só uma etapa do Circuito Mundial no Brasil em 2017

Ainda que tenha os melhores jogadores do mundo e tenha feito finais tanto no masculino quanto no feminino nos Jogos Olímpicos do Rio, o vôlei de praia do Brasil vai voltar a ser coadjuvante no Circuito Mundial em 2017. A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) divulgou nesta terça-feira o calendário para o ano que vem e só uma etapa será em areias brasileiras.

A única etapa prevista para o País será em Maceió (AL), entre os dias 23 e 26 de março. Numa nova classificação que vai de uma a cinco estrelas, essa será uma etapa de três, o que antes seria equivalente a um Open.

Este ano, além dos Jogos do Rio, o Brasil recebeu quatro etapas, sendo três da série Open, em Maceió, Vitória (ES) e Fortaleza (CE), e um Grand Slam no Rio. Em 2015, o Rio recebeu um Open, que valia como evento-teste, enquanto que em 2014 foi realizado um Grand Slam em Barueri. Naquele ano, o torneio quase não aconteceu e mudou de data e de sede diversas vezes.

O calendário provisório do Circuito Mundial de 2017 prevê 23 eventos em 18 países. Eventos cinco estrelas ainda podem ser marcados nos em Long Beach (EUA) e Roma (Itália). O Campeonato Mundial, a partir de 28 de julho, vai acontecer em Viena, na Áustria, enquanto que o World Tour Finals ainda não tem local definido.

Chama a atenção o fato de a FIVB ter mantido no calendário uma etapa em Kish Island, no Irã, apenas no naipe masculino. Entidades de direitos humanos tem criticado a entidade pelo espaço que dá ao país muçulmano, onde mulheres são proibidas de assistir aos jogos.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo