Zaha sofre ataques racistas na internet após vitória do Palace sobre Manchester City

(Reuters) – O atacante do Crystal Palace, Wilfried Zaha, foi vítima de ataques racistas online e o atleta de 28 anos compartilhou capturas de tela de alguns dos comentários após a vitória do seu time por 2 x 0 sobre o Manchester City pelo Campeonato Inglês no sábado.

Zaha, que marcou o primeiro gol do jogo no Estádio Etihad, foi derrubado por Aymeric Laporte, o que resultou no cartão vermelho direto do zagueiro do City nos acréscimos do primeiro tempo.

O atleta da seleção da Costa do Marfim, que já havia sido alvo de ataques na internet, postou imagens das mensagens racistas que recebeu no Instagram após o jogo e pediu às empresas de mídia social que levem o problema a sério.

“Não quero receber um milhão de mensagens dizendo ‘estamos com você’ ou ‘isso é nojento’ ou receber mensagens de apoio”, escreveu Zaha no Instagram. “Só peço dessa vez que corrijam o problema verdadeiro.”

O Facebook, dono do Instagram, não respondeu de imediato a um pedido de comentário feito pela Reuters.