Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ministra se reúne com representantes do setor cafeeiro e de feijões e pulses

- Ministra se reúne com representantes do setor cafeeiro e de feijões

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, recebeu nesta quinta-feira (7) representantes do setor cafeeiro para apresentação do cenário do café brasileiro. Eles mostraram à ministra a organização e o dinamismo do setor, que neste ano deve exportar 35 milhões de sacas de café. Entre os temas apresentados, está um programa de renovação gradual e planejada do parque cafeeiro nacional, obrigatoriamente atrelado a incentivos e aumento do consumo e do mercado dos cafés do Brasil.

Tereza Cristina elogiou a estrutura do setor e destacou que “sempre vai haver uma tensão entre o produtor, a indústria e outros elos da cadeia, pela falta de conhecimento do mercado”. Ela disse que o exemplo de organização do setor cafeeiro pode ser seguido em outras cadeias produtivas.

A ministra foi convidada pelos representantes do setor a participar do II Fórum Mundial de Produtores de Café, que acontece entre os dias 10 e 11 de julho, em Campinas (SP). Eles também pediram a presença dela na reunião da OIC (Organização Internacional do Café), em março, no Quênia.

O presidente do Conselho Nacional do Café, Silas Brasil, defendeu que o país pague a dívida relativa a sua contribuição para a OIC. Ele explicou que o pagamento é necessário para o ordenamento da oferta de café no mercado externo.

Silas lembrou que existem propostas em tramitação no Congresso Nacional para mudar a utilização do dinheiro, como o Projeto de Lei 1.655, que põe em risco a longevidade do Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira).

Tereza Cristina conversou também nesta quinta-feira com Roberto Queiroga e Egon Shaden, da Diretoria do Conselho de Feijões e Pulses sobre a nova realidade do mercado brasileiro nesses segmento. O Brasil está começando a se firmar como exportador desses produtos, com diversas variedades vendidas para o exterior.

A ministra foi convidada pelos diretores a participar do Global Pulse Confederation, que acontecerá pela primeira vez no país. Eles reafirmaram a importância do Plano Nacional da Cultura do Feijão e da reativação do comitê gestor desse plano.

Fonte: Mapa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo