Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Pó de tabaco impulsiona novo negócio em Santa Cruz do Sul

Créditos: Pixabay - Pó de tabaco impulsiona novo negócio em Santa Cruz do Sul
Créditos: Pixabay

Outrora descartado, o resíduo da folha de fumo, conhecido como pó de tabaco, impulsiona um novo negócio em Santa Cruz do Sul. Visando não perder mais nenhuma etapa do processo produtivo, atualmente o produto, que já chegou a ser fornecido gratuitamente por fumageiras aos agricultores para utilizarem como adubo nas lavouras, vem sendo cada vez mais usado pelas indústrias de tabaco, onde passa por um processamento industrial que inclui moagem, mixagem, laminação e secagem, para depois ser transformado no chamado fumo reconstituído.

Inaugurada na tarde desta sexta-feira, 26, em Santa Cruz do Sul, a Star Agritech International será primeira empresa da região especializada na exportação de pó de tabaco. A multinacional, com base na Turquia, possui filiais na África do Sul, Bélgica, Indonésia, China e Coréia do Sul. “Somos uma empresa multinacional e tínhamos nossa sede latino-americana fixada na Argentina. A partir de agora, a base de operações da empresa na América Latina será no Brasil, em Santa Cruz do Sul”, explica o diretor-geral da empresa, o argentino Hector Hugo Echeverria.

Segundo Echeverria, antes, a Star Agritech comprava o produto final de uma empresa de Santa Cruz e revendia para o mercado internacional. “Resolvemos dar um passo a mais. Compramos a linha de processamento desta empresa daqui, a qual éramos os principais clientes, e agora produzimos e vendemos o pó de tabaco”, revelou. De acordo com o diretor geral da Star Agritech, 99,5% do produto é exportado para o mercado internacional, basicamente o norte da África. Conforme a demanda, o pó de tabaco é fornecido em folha ou picado.

“Os compradores inserem nosso produto nos cigarros para formar o ‘blend’ que quiserem”, revelou o auxiliar supervisor da Star Agritech, Giovani da Silva, se referindo à classificação de tabaco que as fabricantes de cigarro escolhem, antes de finalizar a produção. A empresa inicia sua trajetória em Santa Cruz do Sul com 22 funcionários.

Fonte: Agrolink

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo