Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Beto e Alckmin visitam Show Rural Coopavel na quarta, dia 7

- Beto e Alckmin visitam Show Rural Coopavel na quarta, dia 7

Em função de ajustes nas agendas, a visita dos governadores do Paraná, Beto Richa, e de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao 30º Show Rural Coopavel será realizada na manhã de quarta-feira, dia 7 de fevereiro. A comunicação oficial da mudança de data, já que a previsão do encontro era para terça-feira, 6, foi feita ontem pelas assessorias à presidência da feira.

Recepção

A recepção aos governadores estará a cargo do diretor-presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, do prefeito Leonaldo Paranhos, e de diversas autoridades de toda a região. Alckmin é pré-candidato do PSDB à sucessão de Michel Temer e a presença dele em Cascavel é aguardada com expectativa. A comitiva será integrada também pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Calil Pereira Jardim. A quarta-feira ainda terá a visita de diretores do Bradesco, da Kanematsu do Brasil, do Iapar, do BRDE, da Fiep, além do deputado estadual Ratinho Júnior e do ex-senador pelo Paraná, Osmar Dias.

Programação

A agenda oficial de autoridades da feira começa na segunda, 5, com a visita de comitiva de Rondônia liderada pelo vice-governador Benedito Domingues Júnior. Também visitam o evento diretores da Basf, o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araújo, e o presidente do Iapar, Florindo Dalberto. Quem também estará no parque, a convite do Programa Oeste em Desenvolvimento, é o fundador da Embraer Ozíries Silva, que falará empresários a líderes empresariais, autoridades e agropecuaristas.

Visitas 

Na terça-feira, além da comitiva de Rondônia, o Show Rural Coopavel vai receber o diretor-financeiro da Itaipu, Marcos Stamm, e diretores do banco Toyota do Brasil. Já na quinta, 8, a feira receberá a visita do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, a diretoria da Sancor Seguros, do Banco do Brasil e do BRDE, além do presidente da Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), Edson Campagnolo. Na sexta-feira, 9, último dia do evento em sua edição histórica de 30 anos estarão no parque o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a vice-governadora Cida Borghetti, os secretários da Casa Civil, Valdir Rossoni, e de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, bem como o pré-candidato do Partido Novo à Presidência, João Dionísio Amoêdo.

Banco do Brasil 

O Banco do Brasil é um dos mais antigos parceiros do Show Rural Coopavel, que comemora de 5 a 9 de fevereiro a sua edição de 30 anos. A diretoria da instituição, uma das mais tradicionais da história do País, estará em peso na feira, que espera neste ano movimentar R$ 1,5 bilhão em negócios. Somente o Banco do Brasil vai liberar em linhas de crédito, para as mais diversas finalidades, R$ 1 bilhão aos agricultores que decidirem investir em tecnologias de máquinas, equipamentos e outras inovações que serão apresentadas durante o evento. A comitiva do Banco do Brasil estará no Show Rural Coopavel na quinta-feira, 8 de fevereiro. Ela será liderada pelo presidente Paulo Rogério Caffarelli e será integrada também pelo vice-presidente de Agronegócio, Tarcísio Hubner, pelo vice-presidente de Varejo, Walter Malieni, pelo vice-presidente de Atacado e Private Bank, Antônio Maurício Maurano, pelo superintendente Corporate, Jaime Pinto Júnior, e pelo superintendente no Paraná, Marcelo Mendes Palhano.

Demonstração de importância 

O presidente do Show Rural Coopavel, Dilvo Grolli, considera a presença de nomes fortes do Banco do Brasil à feira como sinal da importância que a instituição, que é das mais antigas e respeitadas do País, dá ao agronegócio nacional. “Esse é um setor que movimenta cifras expressivas, que emprega muita gente e contribui decisivamente para avanços na economia brasileira”, conforme Dilvo. Serão nove instituições financeiras (cinco bancos e quatro cooperativas de crédito) presentes na 30ª edição da feira. Juntas, elas vão oferecer R$ 2,5 bilhões em crédito aos agricultores. (Assessoria Coopavel)

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo