Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Carne de frango da Rússia obtém acesso à China

- Carne de frango da Rússia obtém acesso à China

A avicultura russa espera que as primeiras partidas cheguem ao mercado chinês ainda em 2018. Pode ser, porém, que as exportações só comecem em 2019. Mas isso agora pouco importa, pois Rússia e China acabam de assinar protocolo em que reconhecem os respectivos serviços veterinários visando, especificamente, ao fornecimento de carne de frango resfriada.

Há algum tempo a indústria avícola da Rússia aguardava essa abertura. Afinal, a produção local vem registrando crescimento explosivo desde 2014, ano em que – reagindo às sanções impostas ao país pela anexação da Crimeia – o governo de Moscou embargou a importação de alimentos (carnes inclusas) de diversos países, entre eles dos EUA e da União Europeia.

Mas não só por isso. Com o aumento da produção, os frigoríficos russos passaram a dispor de “subprodutos” que não têm demanda local, mas que são amplamente consumidos na China. Em especial, miúdos e pés/patas de frango. Ou seja: além de acessar novo e amplo mercado, os russos tornam sua produção mais lucrativa.

Naturalmente, o governo russo não pretende parar na carne de frango: espera estender a abertura também à carne suína. Mas o que mais chama a atenção nesse processo é o fato de o maior importador mundial de carne de frango de 10 anos atrás - a Rússia - passar a atender o maior importador de carne de frango da atualidade.

Fonte: Avisite

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo