Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

CEPEA se reúne com entidades do setor para avaliar avanços metodológicos

- CEPEA se reúne com entidades do setor para avaliar avanços

A Equipe de Leite do Cepea sediou, em Piracicaba, encontro com os parceiros da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) e da Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) no dia 5 de fevereiro de 2019. O objetivo foi avaliar o primeiro ano do “Projeto Piloto” (veja mais abaixo) e também alinhar demandas, debater melhorias e sanar dúvidas quanto à metodologia utilizada.

Apesar de se dirigir aos participantes do Projeto Piloto, a reunião foi aberta ao setor e contou com a presença de representantes da OCB, Viva Lácteos, CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), Aproleite, Pool Leite, Castrolanda, Colaso, Cativa, DPA, Danone, Cooperativa Agropecuaria Ltda de Uberlândia (Calu), Cooperativa Central Mineira de Laticínios Ltda (Cemil), Cooperativa Mista Agropecuária de Patos de Minas (Coopatos), Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais (CCPR) - Itambé, Laticínio Saboroso, Laticínios Catupiry, Laticínio Piracanjuba, Laticínio Jussara e Polenghi.

Ações Definidas 

Para os participantes, as implementações do Projeto Piloto e da coleta de dados desagregada proporcionaram melhorias na qualidade final dos preços médios calculados pelo Cepea. Além disso, a mudança da metodologia dos preços de leite ao produtor do Cepea, ocorrida em janeiro deste ano, foi possibilitada pelo trabalho prévio desenvolvido neste Projeto.

Além dessas avaliações, foram abordadas também as necessidades de se expandir a amostra, de reforçar a padronização da coleta de dados (atentando, principalmente, ao fato de a pesquisa do Cepea não utilizar preços negociados em contratos) e de promover a transparência nas informações divulgadas e na auditagem dos dados. O Cepea irá, nesse sentido, elaborar um plano de ação que se alinhe com essas demandas. Outro ponto relevante acordado na reunião foi de que as negociações do leite ao produtor devem ter como referência o preço líquido e, portanto, os valores brutos deixarão de ser calculados pelo Cepea a partir de 2020.

Sobre o projeto piloto  

Atualmente, participam do Projeto Piloto 28 empresas/cooperativas associadas à OCB e à Viva Lácteos. Ao longo de 2018, o volume amostrado por essa pesquisa em GO, MG, SP, PR, SC e RS representou, em média, 26% do total inspecionado nesses respectivos estados. O Projeto Piloto se caracteriza pelo envio de informações de preços e de volumes negociados com produtores no mês anterior até o 5º dia útil do mês subsequente. Em contrapartida, o Cepea elabora uma prévia de mercado enviada aos participantes até o 10º dia útil, contendo informações de preços médios por estratos de produção e volumes negociados.

Fonte: Cepea

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo