Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Custo de produção de frangos sobe

Créditos: Pixabay - Custo de produção de frangos sobe
Créditos: Pixabay

O custo de produção de frangos subiu 0,24%, apesar de queda no gasto com nutrição, segundo informações pela Central de Inteligência de Aves e Suínos (Cias) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). De acordo com a CarneTec Brasil, alta ocorreu devido ao aumento de 1% no custo de aquisição de pintos do dia, o que cancelou o impacto da queda de 0,8% nos custos de nutrição no período. 

“O custo de nutrição teve um peso de 67,62% na composição do índice de custo de produção de frango (ICPFrango). No ano, o ICPFrango acumula redução de 0,57%, enquanto o custo de nutrição cai 1,65%. O custo de produção do quilo de frango de corte vivo no Paraná em aviário tipo climatizado em pressão positiva subiu para R$ 2,80 em março”, indicou a CarneTec. 

Em relação aos custos de produção antes desse aumento, os índices vinham caindo em 0,71% em fevereiro, para 216,29 pontos e, no ano, o índice acumulava queda de 0,81%, quando o custo de nutrição perdia 0,85%. Outro fato, o gasto para produção de um quilo do frango de corte vivo havia para R$ 2,79 em fevereiro, considerando aviário tipo climatizado em pressão positiva no Paraná. 

Além disso, a CarneTec indicou também qie o custo de produção de suínos, ICPSuíno, registrou o menor valor, isso porque o custo do quilo vivo de suíno em sistema de ciclo completo em Santa Catarina caiu para R$ 3,81 em março. “O índice de produção de suínos da Cias, ICPSuíno, teve redução de 0,39% em março ante fevereiro. O custo de nutrição, que teve um peso de 76,5% na composição desse índice em março, caiu 0,47% no período”, conclui. 

Fonte: Agrolink

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo