Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Piauí registra segundo caso de Peste Suína Clássica

Créditos: Pixabay - Piauí registra segundo caso de Peste Suína Clássica
Créditos: Pixabay

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi) confirmou o segundo foco de peste suína clássica (PSC). A doença foi identificada próximo ao local onde ocorreu o primeiro caso, no município de Lagoa do Piauí, há 42 km de Teresina. 

O Grupo Especial de Atenção às Enfermidades Emergenciais ou Exóticas (Gease) ligado a Adapi abateu os animais e adotou as condições de higiene exigidas para fazer a desinfecção de veículos, pessoas e objetos que tiveram contato com os porcos. Foram 15 animais abatidos que eram criados de forma extensiva. No primeiro foco foram 6 abates.

O procedimento segue a legislação federal da Instrução Normativa Nº 27, de 20 de abril de 2004, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa). O gerente de Defesa Sanitária Animal da Adapi, José Idílio Moura, conta que o encontro do novo foco foi resultado do trabalho contínuo que tem sido feito na região. “Nós intensificamos a vigilância e estamos colhendo material para encaminhar ao laboratório. Nesta propriedade, o material foi colhido durante a semana e então obtivemos a confirmação, exatamente por conta da intensificação da vigilância na região. Se a gente deixasse quieto, não encontraríamos”, ressalta.

Moura pede ainda que a população contate a Adapi assim que algum sinal clínico seja detectado nos suínos  a fim de evitar que a doença se propague. Os animais com peste suína costumam ter febre alta, manchas avermelhadas no corpo, conjuntivite, diarreia, paralisia dos membros e morte, principalmente entre suínos jovens. O vírus é altamente contagioso mas não atinge humanos.

Fonte: Agrolink

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo