Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Tecnologia disruptiva mantém suplemento seco mesmo na chuva

- Tecnologia disruptiva mantém suplemento seco mesmo na chuva

Uma nova tecnologia é capaz de manter a digestibilidade do suplemento mineral para o gado, evitando que ele fique empedrado ou perca sua eficiência por causa da chuva no coxo. De acordo com Stefan Mihailov, presidente na América Latina da Trouw Nutrition, desenvolvedora do produto, a tecnologia Dry colabora muito para a pecuária extensiva que é praticada no Brasil. 

“De fato, a pecuária brasileira é extremamente extensiva, ou seja, gado criado a pasto, e a grande maioria das fazendas não tem coxo coberto, o que significa que o suplemento mineral que é colocado no coxo pro gado está sujeito a chuva, e a chuva acaba empedrando, empastando, fazendo vazar parte do mineral pelas bordas do coxo e isso aí é um prejuízo bastante grande para o pecuarista porque o animal não vai ter o mesmo desempenho do que teria numa situação sem a chuva”, comenta. 

Deste modo, ele explica que, se o produtor utilizar os dois produtos, ambos em condições de chuva, a tecnologia Dry consegue ter um desempenho bastante superior, visto que mantém as mesmas características de quando seco. “O produto sem a tecnologia Dry vai provocar um desempenho muito menor nos animais porque muito pouco do produto vai ser aproveitado, ou seja, o gado não vai lamber um sal empedrado, por conta da chuva no coxo”, indica. 

No entanto, ele explica que a empresa está bastante focada no ramo da avicultura, que é seu carro-chefe em nível mundial. “E um setor que vem se desenvolvendo com uma velocidade incrível e a gente tem uma participação muito grande já no mercado internacional, cerca de 40% do frango negociado no mundo é brasileiro e, como continua crescente essa demanda pelo o frango brasileiro e mesmo o aumento do consumo interno, a gente vê o setor com olhos muito positivos e continuamos investindo”, conclui. 

Fonte: Agrolink

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo