Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Vacinação contra aftosa termina no dia 31

- Vacinação contra aftosa termina no dia 31

Encerra no dia 31 de maio o prazo para que os pecuaristas imunizem o seu rebanho contra a febre aftosa. A orientação da Cocamar é que esse trabalho não seja deixado para o final do mês, e assim, evitar problemas de última hora.

No Paraná, devem ser imunizados bovinos e búfalos de até 24 meses. Na segunda etapa da campanha, que é semestral, em novembro, a vacinação vai abranger todo o rebanho, independente da idade.

A vacinação contra a febre aftosa é obrigatória e regida por legislação específica, sujeitando o criador que não vacinar às penalidades legais. Mas é preciso comprovar o procedimento, apresentando a nota fiscal referente à compra da vacina e a declaração de vacinação preenchida, na Adapar/Secretaria da Agricultura, ou fazê-la por meio digital (veja no link abaixo).

A qualidade das doses é fundamental para a eficácia da vacinação, segundo a cooperativa. Em suas lojas agropecuárias, as vacinas são mantidas em refrigeradores controlados por sensor, que indica quando há oscilação ou interrupção no fornecimento de energia elétrica. E observa que a temperatura ideal das mesmas deve ficar entre 2 e 8ºC.

Uma recomendação da Cocamar é que o pecuarista aproveite esse momento para vacinar o rebanho para a prevenção de outras enfermidades. Para mais orientações, fale com o técnico da unidade mais próxima.

Fonte: Cocamar