700 produtores são certificados pelo Paraná Mais Orgânico

Desde 2009, o Instituto de Tecnologia do Paraná já certificou cerca de 700 produtores paranaenses por meio do Paraná Mais Orgânico. O programa do Governo do Estado orienta agricultores familiares que possuem interesse em produzir alimentos orgânicos e certifica aqueles que já seguem as técnicas de manejo desta modalidade de produção.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Paraná é o segundo Estado com o maior número de propriedades rurais certificadas em agricultura orgânica no Brasil. O Estado responde por 16,7% dos produtores certificados, um total de 3.624 propriedades.

Jorge Callado, diretor-presidente do Tecpar, destaca que por meio do Paraná Mais Orgânico o instituto oferece apoio aos pequenos agricultores que trabalham com a produção agroecológica e orgânica, contribuindo para a preservação dos recursos naturais e fortalecendo a economia circular.

“A certificação confere maior qualidade e valor agregado aos produtos orgânicos comercializados pelos agricultores familiares. Com a venda de produtos da sua propriedade, o agricultor gera renda e acaba investindo na sua região, o que acarreta fortalecimento econômico dos arranjos produtivos locais”, afirma Callado.

Segundo o diretor de Tecnologia e Inovação do Tecpar, Carlos Pessoa, além de integrar o programa desde a sua fundação, o instituto foi o primeiro organismo de certificação de produtos orgânicos do Brasil, credenciado pelo Ministério da Agricultura e pelo Inmetro, em 2010.

O Paraná Mais Orgânico é desenvolvido em parceria entre a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Tecpar, as sete universidades estaduais e o Instituto de Desenvolvimento Rural Iapar-Emater (IDR-Paraná).

Como funciona

A orientação aos agricultores é feita pelos profissionais dos nove Núcleos de Certificação Orgânica, distribuídos no Estado. O apoio técnico auxilia no planejamento da produção, na elaboração da embalagem e nos processos de comercialização.

Os produtores aprendem a converter as lavouras tradicionais para o modelo orgânico, livres de agrotóxicos, sementes transgênicas e outras substâncias tóxicas ou sintéticas, dentro das normas da legislação brasileira. Depois das adequações, as propriedades são auditadas e certificadas gratuitamente pelo Tecpar Certificação.

Qualificação

Todos os profissionais que fazem parte do programa, são capacitados pelo Tecpar em certificação, inspeção e auditoria.

As capacitações, com conteúdo prático e teórico, explicam como funciona a legislação de orgânicos.

O programa também oferta capacitação contínua por meio dos núcleos, com oficinas práticas para agricultores, estudantes e agentes de extensão rural.

Como participar

Os agricultores familiares que tiverem interesse em obter a certificação, devem entrar em contato com o núcleo da região para agendar uma visita em sua propriedade.

Colaboração AEN