Amigos e familiares protestam contra adiamento de Júri de GM

Um ato inter-religioso realizado na tarde desta terça-feira, na rua Aristides Vaz, no Jardim Jerônimo Nogueira, na região Norte de Londrina, lembrou a morte do Matheus Evangelista, que morreu no dia 11 de agosto de 2018, após levar um tiro de um Guarda Municipal.

O ato aconteceu no mesmo local onde Matheus foi baleado, os integrantes de movimentos africanos e religiosos cobraram celeridade por parte das autoridades e criticaram o adiamento do júri que estava marcado para esse dia 17 de março (quarta-feira).

Confira na íntegra a reportagem completa: