Argentina diz que restringirá voos do Brasil, Chile e México

BUENOS AIRES (Reuters) – A Argentina decidiu suspender voos do Brasil, Chile e México a partir de sábado para evitar que linhagens diferentes do coronavírus entrem no país enquanto se prepara para uma segunda onda de infecções.

Na quinta-feira, o governo disse em um comunicado que as medidas, que incluem exames e isolamento obrigatório de cidadãos voltando de outras regiões, entrarão em vigor no sábado.

“Até segunda ordem, voos rotineiros… do Chile, Brasil e México serão suspensos”, disse o comunicado. Uma diretriz semelhante para voos do Reino Unido já vigora.

A Argentina registra 2.278.115 casos de Covid-19 e 55.092 mortes. O governo está preocupado com a situação caótica do vizinho Brasil, que tem mais de 12 milhões de casos e supera 300 mil mortes.

(Por Nicolás Misculin)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2P14O-VIEWIMAGE