Ataque russo mata um dos empresários mais ricos da Ucrânia

Um pequeno dispositivo explosivo transportado por um drone improvisado explodiu, neste domingo (31) na sede da Frota do Mar Negro da Rússia na Península da Crimeia. A explosão feriu seis pessoas e fez com que cerimônias em homenagem à marinha russa fossem canceladas, disseram autoridades. Do outro lado da guerra, um dos empresários mais ricos da Ucrânia, Oleksiy Vadatursky, de 74 anos, foi morto em casa devido a um ataque de mísseis.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pela explosão do drone em um pátio do quartel-general naval na cidade de Sebastopol. Mas a natureza aparentemente improvisada e de pequena escala do ataque levantou a possibilidade de que tenha sido obra de insurgentes ucranianos tentando expulsar as forças russas. As autoridades da Crimeia elevaram o nível de ameaça de terrorismo da região para “amarelo”, o segundo nível mais alto.

Do outro lado do combate, Oleksiy Vadatursky, um rico comerciante de grãos, e sua esposa Raisa Mykhailivna foram mortos no que as autoridades ucranianas consideraram um ataque com mísseis russos “cuidadosamente direcionado contra sua casa”.

O conselheiro presidencial, Mykhailo Podolyak, disse que Vadatursky era um alvo específico. “Não foi um acidente, mas um assassinato premeditado bem pensado e organizado. Vadatursky era um dos maiores agricultores do país, uma pessoa-chave na região e um grande empregador. 

O golpe exato de um foguete não foi apenas em uma casa, mas em uma ala específica, o quarto, o que não deixa dúvidas sobre a mira e ajuste do ataque”, disse ele. O agronegócio de Vadatursky, Nibulon, inclui uma frota de navios para envio de grãos ao exterior.

Informações, Associated Press / SBT News