Banco do Brasil abre concurso com 4.480 vagas para escriturário

O Banco do Brasil (BB) publicou nesta quinta-feira (24), no Diário Oficial da União (DOU), o edital de abertura de um concurso com 4.480 vagas para escriturário, dentre as quais 2.240 de início imediato e 2.240 para criação de um cadastro reserva.

Segundo o BB, os candidatos poderão concorrer para a função de agente comercial, que trabalha na rede de agências da instituição financeira, em todo o país, ou para o de agente de tecnologia, em Brasília, no Distrito Federal.

A divisão será feita da seguinte forma:

– 2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercial, mais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios;
– 240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 de cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI.

Para se inscrever no concurso, é preciso pagar uma taxa de R$ 38,00. Elas permancerão abertas entre esta 5ª feira e as 23h59 do dia 28 de julho e devem ser feitas pelo site da Fundação Cesgranrio. A aplicação das provas está prevista para 26 de setembro de 2021 e, de acordo com o BB, respeitará os protocolos de prevenção à covid-19. Os participantes devem ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, além de no mínimo 18 anos completos até a data da contratação.

Ao fazer a inscrição, o candidato precisa escolher ainda a unidade federativa/macrorregião/microrregião e a cidade em que deseja realizar as provas. Estas conterão 25 questões de conhecimentos básico de língua portuguesa, língua inglesa matemática e atualidades do mercado financeriro, além de 45 questões de conhecimentos específicos da vaga de opção – aqueles que concorrerem para agente de tecnologia encontrarão perguntas de probabiliade e estatística, conhecimentos bancários e tecnologia da informação, enquanto os demais, de matemática financeira, conhechecimentos bancários, negociação de vendas e conhecimentos de informática.

Ainda segundo o BB, o salário incicial dos cargos é de R$ 3.022,37, para uma jornada de 30 horas semanais. Além disso, o trabalhador terá direito a uma ajuda com alimentação/refeição no valor de R$ 831,16 por mês e cesta alimentação mensal de R$ 654,87. O Banco do Brasil pontua que há chances de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros ou resutados da empresa, e receber vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência e previdência complementar.

Outro benefício para os funcionários, diz a instituição, é o acesso à Universidade Corporativa do Banco do Brasil (UniBB), por meio da qual serão ofertadas bolsas de idiomas, e incentivos para graduação, pós-graduação lato sensu, mestrado e doutorado, além de compartilhamento de experiências e hackatons.

Informações do SBT News