Avaliação negativa do governo Bolsonaro permanece estável, diz pesquisa XP

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – A avaliação negativa do governo do presidente Jair Bolsonaro permaneceu estável na pesquisa XP/Ipespe do início de maio, com o levantamento mostrando que aqueles que consideram a gestão ruim ou péssima somam 49%, ante 48% no final de março.

De acordo com levantamento, aqueles que consideram o governo ótimo ou bom também oscilaram dentro da margem de erro, de 27% para 29%, enquanto os que disseram considerar o governo regular passaram de 24% para 20%.

A sondagem também apontou que oscilou dentro da margem de erro a desaprovação à maneira do presidente de governar, de 60% para 58%, assim como a aprovação nesse quesito, passando de 33% para 35%.

A avaliação da atuação de Bolsonaro no enfrentamento à pandemia permaneceu com 58% de ruim ou péssima nas duas sondagens, enquanto a avaliação ótima ou boa oscilou de 21% para 22% no período.

Foram realizadas 1.000 entrevistas de abrangência nacional de 4 a 7 de maio. A margem de erro máxima é de 3,2 pontos percentuais para o total da amostra.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4A1D7-BASEIMAGE