Barra Torres confirma reunião com Bolsonaro em que foi proposta mudança em bula da cloroquina

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) – O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou nesta terça-feira à CPI da Covid no Senado que durante reunião com o presidente Jair Bolsonaro foi aventada a mudança na bula da cloroquina para que fosse utilizada contra o coronavírus.

Antonio Barra Torres externou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sua posição em relação ao tratamento precoce contra a Covid, que, na sua opinião, não contempla o uso de cloroquina. Questionado, o diretor-presidente argumentou que até o momento estudos indicam não haver eficácia do medicamento contra a nova doença.

Barra Torres aproveitou ainda para afastar insinuações sobre decisões políticas na agência. Explicou que o órgão é composto por servidores concursados especializados, e que há dificuldades para “poder de mando” de superiores, uma vez que os funcionários precisam inscrever seus CPFs nas análises técnicas.