Presidente da Anvisa diz à CPI que não há nada que desabone produtos da China

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) – O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, disse em depoimento à CPI da Covid nesta terça-feira que não existe nada do ponto de vista técnico que desabone produtos médicos, incluindo vacinas, da China.

Barra Torres também negou no depoimento que o fato de a Anvisa ter rejeitado um pedido do Ministério da Saúde para importar doses da Covaxin, vacina contra Covid-19 do laboratório indiano Bharat Biotech, não implica que a vacina seja ruim. Ele disse esperar que os problemas apontados pelo órgão regulador na análise que fez da vacina sejam superados em breve.