Cerrado: Mais de dois mil hectares foram desmatados por dia em 2022

Em média, mais de dois mil hectares do Cerrado foram desmatados por dia em 2022. O dado é da nova plataforma do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), que registra as áreas de alerta para a devastação do bioma. 

Somente no primeiro semestre de 2022, a derrubada da vegetação nativa atingiu o equivalente a mais de 472 mil campos de futebol. A destruição cresceu especialmente em cidades do Maranhão e Tocantins, que deram espaço à produção de soja e pastagens para o gado.

O monitoramento, por sua vez, é feito com o auxílio de um satélite europeu, que indica que a maior parte do desmatamento, cerca de 79%, ocorreu em propriedades privadas. O código florestal permite a derrubada de até 70% da vegetação nativa. A ação, no entanto, não é recomendada pelos pesquisadores.

“Se você não gerir o seu território de uma forma inteligente, você corre o risco de um desabastecimento não só para as populações humanas, mas também para o setor produtivo”, apontou o pesquisador do Ipam Dhermeson Conciani.

Foto: Reprodução | SBT Brasil

Informações SBT News