Crime bárbaro de feminicídio choca a população em Peabiru

A moradora de Peabiru, Rosana Rodrigues da Silva, desaparecida desde segunda-feira (1), após sair de casa para trabalhar, foi assassinada pelo ex-marido, de 62 anos. O homem, que já estava preso desde quarta-feira (3), como principal suspeito pelo desaparecimento da vítima, confessou nesta quinta-feira ao delegado-chefe da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão, Nilson Rodrigues, ter matado Rosana e jogado o corpo no Rio da Várzea, entre Quinta do Sol e Engenheiro Beltrão.

Buscas foram realizadas ontem no rio, porém, os trabalhos de resgate são dificultados pelo grande volume de água em decorrência das chuvas dos últimos dias.   As buscas pelo corpo da vítima serão retomadas nesta sexta-feira (5), a partir das 9 horas pelo Corpo de Bombeiros de Campo Mourão. 

A bicicleta que Rosana usava foi encontrada em meio a uma área de mato, próximo ao Parque Industrial da cidade. No local os policiais encontraram também marcas de sangue e sinais de luta corporal. A Polícia Civil encontrou também um carro, um VW/Gol que aparece em imagens de segurança, utilizado para transportar a vítima. No veículo, foram encontradas manchas de sangue e uma botina do ex-marido de Rosana.

Veja a matéria completa em: