Grupo responsável por desviar dinheiro para o exterior é investigado em Curitiba

A Polícia Federal realiza, nesta quarta-feira (24), a operação Templo da Máscara II, que tem como objetivo desarticular um grupo que cometia crimes contra o Sistema Financeiro Nacional. São cumpridos três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão na cidade de Curitiba, além do sequestro de bens e afastamento de sigilo fiscal e bancário dos investigados.

Segundo os agentes, foi identificado que, por meio de empresa voltada à educação financeira, os suspeitos captavam recursos de terceiros sob a roupagem de contrato de investimento-anjo, prometendo rendimentos acima daqueles pagos pelo mercado financeiro. Posteriormente, o grupo enviava os valores para empresas no exterior para ocultar a origem ilícita.

“O cumprimento dos mandados judiciais tem como objetivo obstar a continuidade da prática delitiva, identificar o destino dos valores ainda ocultos e permitir a realização de diligências policiais sem a interferência dos investigados, que buscavam orientar testemunhas durante o inquérito policial”, informou a Polícia Federal.

Os investigados são suspeitos de realizar operações financeiras irregulares e promover a captação de recursos de terceiros sem autorização legal. Em uma operação anterior, os agentes identificaram que o grupo teria ocultado no Brasil e no exterior mais de R$100 milhões em recursos promovidos pelas fraudes financeiras investigadas.

Informações SBT News